sábado, 31 de janeiro de 2015

Após colisão carro "atropela" ponto de ônibus em Curitiba



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Blog do Lobão Imagem: Rede Caveira




Um acidente cinematográfico na Avenida Brasília, no Novo Mundo, deixou a vizinhança da região assustada logo no início da manhã deste sábado (31), por volta das 8h20, devido à destruição do veículo envolvido, um Gol modelo antigo, e do ponto de ônibus na altura do número 5.400 da via. Segundo informações do Batalhão da Polícia de Trânsito (BPTran), no que restou do automóvel havia um casal, que foi socorrido em estado consciente pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital do Trabalhador.
Pelo que avaliou o 1° Tenente do BPTran, Cássio Araújo, a condição em que ficou o veículo e o ponto de ônibus não deixa dúvida que motorista seguia em alta velocidade. “Os bombeiros não precisaram cerrar a estrutura do Gol para retirar os feridos, a colisão que deixou o carro dessa maneira”, afirmou. Em uma análise inicial do motivo do acidente, Araújo acredita que o motorista deve ter perdido o controle do carro ao verificar que o semáforo do cruzamento com a rua Clara Polsin estava fechado e, na tentativa de desviar dos outros automóveis colidiu com o ponto de ônibus. O impacto da batida foi tão grande que peças do veículo foram parar dentro do terreno da casa que fica atrás do ponto”, explicou o tenente.
Uma comerciante que acionou o Siate, mas não quis ser identificada, também assegurou que o carro seguia em alta velocidade. “Vi o carro passar muito rápido e em seguida ouvi o estrondo. Aqui virou uma pista de corrida, principalmente nos sábados de manhã”, lamentou. Outro morador afirmou que viu, na sexta-feira (30), o rapaz que dirigia o Gol fazendo racha na mesma via do acidente usando outro veículo. De acordo com o BPTran, a via dispõe de toda a sinalização vertical e horizontal necessárias, apontando que o problema está na imprudência dos motoristas. “Talvez uma lombada eletrônica inibisse, mas os cruzamento mais bem sinalizados são os que registram mais acidentes”, reconheceu o tenente.
Padrasto contesta acusação
De acordo com o administrador Jorde Tsutsumi, padrasto de uma das vítimas, o casal seguia para o culto da Igreja Adventista do 7º Dia, no Portão. Ele descartou que o enteado tivesse participado de um racha. “Não sei o que aconteceu, mas ele estava indo para o culto com a esposa, não para a balada. É um jovem trabalhador, nunca fez racha”, defendeu.
Uma comerciante assegurou que o carro seguia em alta velocidade .

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário