sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Preso no Oeste de SC suspeito de enviar bombons supostamente envenenados



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Diário Catarinense Imagem: Policia Civil


Foi preso na tarde desta sexta-feira, em Chapecó, Oeste de SC, um homem suspeito de enviar pelos Correios bombons supostamente envenenados que mataram uma pessoa no Rio Grande do Sul.
De acordo com a Polícia Civil, o suspeito é Rinaldo Magarinos Vernus, 34 anos. Ele trabalhava numa oficina mecânica na Rua Nereu Ramos, no bairro Universitário, em Chapecó, onde foi detido.
Por volta das 14h desta quinta-feira, conforme a Polícia de Viadutos, o mecânico Fabrício Gregori Passarini, 19 anos, deixou o trabalho e foi até a agência dos Correios do município para buscar uma encomenda endereçada à irmã, que trabalha como empregada doméstica em Erechim (RS).
De volta à oficina mecânica onde trabalha, no centro da cidade, resolveu abrir o pacote, embalado para presente. Quando viu que era uma caixa de bombons, comeu dois dos chocolates e ofereceu o restante para o colega de trabalho Álvaro Antônio Duarte, 42 anos, eletricista automotivo, e para um cliente da mecânica, Josimar Dettio, 28 anos. Eles comeram um bombom cada.
Pouco tempo depois, os três começaram a passar mal. Duarte foi socorrido por uma ambulância da prefeitura e seria encaminhado a um hospital de Erechim, mas morreu durante o deslocamento, por volta das 15h. Segundo a polícia, o homem teria sofrido mais de uma parada cardíaca na ambulância.   
Passarini foi levado à Fundação Hospital Santa Terezinha, em Erechim, onde seguia internado em estado grave, na UTI, até por volta das 10h desta sexta-feira (29). Já Dettio foi atendido no hospital de Viadutos. 
— O bombom que eu comi tinha gosto de chocolate, era um bombom normal. Mas o Álvaro comentou que o que ele comeu tinha gosto ruim — comentou Dettio, que disse estar se sentindo bem.
A caixa com os outros chocolates foi apreendida e encaminhada à Polícia Civil. De acordo com a polícia, a encomenda foi postada em uma agência dos Correios de Erechim, com o nome de um morador de Passo Fundo como remetente.
A delegada da Polícia Civil de Erechim, Diana Zanata, disse que foram analisadas as imagens do local onde a caixa foi postada.
— Mostramos as imagens para a atendente e para a ex-namorada que reconheceu ele — informou.
Identificado o suspeito a polícia encontrou endereço dele, conseguiu um mandado de prisão preventiva que foi cumprindo no início da tarde desta sexta-feira, pela Divisão de Investigações Criminais de Chapecó.
Por volta das 17h ele foi levado para a delegacia da Polícia Civil de Erechim, onde será ouvido.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário