sexta-feira, 15 de julho de 2011

Londrina vence e segue na liderança


Londrina vence no jogo das expulsões
O jogo aconteceu em Rolândia e onde era voltado em boatos que poderia ter mala preta para o Nacional por parte do Foz como do Toledo e acabou não dando certo e o Londrina saiu com a vitória num jogo de muita expulsão. A partida já começou com o Londrina indo pro ataque e já nos 1º minutos o Tubarão já tinha ido ao ataque duas vezes ao ataque. Mesmo dominando o jogo e a grande oportunidade do Londrina só veio aos 25´1º numa cobrança de falta que Ricardinho bateu e o goleiro espalmou e na seqüência o Tubarão não teve competência de mandar pra redes. O NAC tentava equilibrar o jogo mais não conseguia e foi aos 40´1º que o Londrina quase marca de falta na cobrança de Ricardinho. E a única grande chance do NAC veio nos acréscimos onde Rocha tentou de cabeça e a bola parou no goleiro. E foi já no inicio do 2º tempo que o Londrina marca numa descida rápida de Carlópolis e a bola sobrou para Arthur marca. E como tava atrás do placar o NAC colocou Clênio no jogo para tentar marcar e mesmo assim quem teve uma chance de marcar foi o visitante. E o NAC foi ao ataque com Pezão mais sem muito sucesso e foi a partir dos 30´2º que o jogo virou num show de cartões e onde o Londrina terminou o jogo com 8 jogadores e o NAC com 10 jogadores. E com isso se tornou um jogo sem muita emoção e foi ate aos 50minutos.
NACIONAL 0 x 1 LONDRINA
Nacional:
Serginho; Éverton, Spyce (William) e Rocha; Warley (Clênio), Marcelo, Douglas, Joélson Pezão e Renan (Marcelinho); Negretti e Roberto Pitio.
Técnico:
Gilberto Papagaio.
Londrina:
Danilo; Maicon, Rogério, Élson e Carlópolis; Silvio, Bruno, Ricardinho e Silvinho (Everton); Warlley (Fernando) e Arthur (Kanu).
Técnico:
Cláudio Tencatti.
Local:
Estádio Municipal Erick Georg, em Rolândia.
Árbitro:
Amauri Carvalho Pahins.
Assistentes:
Willian Bigaski Stolle e Agustinho Araujo.
Público:
828
Renda:
R$ 10.760,00
Cartões amarelos:
Everton, Serginho, Douglas pelo Nacional. Warlley, Élson, Maicon, Silvinho, Ricardinho, Silvio, Rogério, Kanu, Danilo pelo Londrina.
Cartões vermelhos:
Douglas pelo Nacional. Silvio, Ricardinho e Kanu pelo Londrina.
Gol:
Arthur ao 1 minuto do 2º tempo para o Londrina.

Toledo vence e continua na cola do Londrina
O Toledo com uma boa campanha no 2º turno foi como favorito para o Clássico da Soja em Cascavel. Mais o placar ate que não mostrou muito isso pela campanha das duas equipes. E o jogo já começou atrasado em virtude de faltar pintura das linhas do campo e depois que se iniciou o jogo com muito equilibro e muito faltoso e foi depois dos 22´1º que o Toledo começa a dominar a partida que a bola sobrou para Everton marcar o gol. O Toledo dominava o jogo mais ia para o ataque sem perigo e o Cascavel só acordou nos minutos finais e daí foi tarde e ai terminou o 1º tempo. E daí veio o segundo tempo que não foi diferente do 1º e com isso o Toledo ia pro ataque mais sem muito sucesso já que o placar era favorável.
CASCAVEL 0 x 1 TOLEDO
Cascavel:
Spada; Adams (Vagner Carioca), Douglas, Fernando e Esquerda (Serginho); Grafite, Wellington (Kaká), Doriva, Alex e Jocivalter; André Gadelha.
Técnico:
Rodrigo Pastana.
Toledo:
Oliveira; Eduardo, Everton e Gustavo; Juninho, Rafael Mineiro (Lucas), Eurico, Nelsinho; Safira (Rafinha), Irineu e Erick (Negreiros).
Técnico:
Rogério Perrô.
Local:
Estádio Regional Arnaldo Busatto, em Cascavel.
Árbitro:
Robson Toloczko Coutinho.
Assistentes:
Carlos Braatz e Everton Luis Caldas.
Público:
156
Renda :
R$ 1.440,00.
Cartões amarelos:
Irineu, Gustavo, Lucas, Rafinha pelo Toledo. Fernando, Jocivalter pelo FC Cascvel.
Gol:
Everton aos 22 do 1º tempo para o Toledo.

No jogo paralisado o Metropolitano vence
Em partida que foi suspensa quando faltavam 19 minutos para o encerramento, por conta de intenso nevoeiro que se abateu sobre a cidade de União da Vitória, o Metropolitano venceu a equipe do Iguaçu por 2 a 1, pela Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. O time maringaense esteve melhor na etapa inicial e materializou isso marcando o primeiro gols aos oito minutos de jogo. O gol foi anotado pelo volante Carlos Lima após cobrança de falta feita por Thiago Henrique. A rapidez da cobrança gerou reclamações dos jogadores da casa. O empate para os locais aconteceu aos 21 minutos em lance que gerou reclamação dos maringaenses. Após lance aparentemente normal o árbitro Carlos Henrique Basso anotou pênalti em lance que envolveu o atacante Alan e o zagueiro Flávio. André Nunes cobrou e marcou. Aos 47 minutos, após boa jogada de Thiago Henrique, Souza, de cabeça, colou os visitantes na frente. 2 a 1. Aos sete minutos do segundo tempo a intensidade do nevoeiro que se abateu sobre a cidade União da Vitória levou o apitador a suspender o confronto, após consulta aos apitães. A paralisação durou 28 minutos. Houve uma tentativa de reinício da partida, mas a névoa voltou a ser intensa e o árbitro suspendeu o jogo faltando 19 minutos para o final. Na manhã desta sexta-feira a Federação Paranaense definirá a data para a seqüência do jogo.
O Metropolitano jogou com Rudy; Vinícius, Neilor, Flávio Luiz e Alisson; Rocha, Catlos Lima (Xipote), Marcelo Moscatelli e Gilvan; Souza e Thiago Henrique.
O Iguaçu usou Leandro; Caio, Carlão (Jean), Ricardo e Oliveira; Javier (Dudu Soares), Viola, Beto e Dudu; Amdré Nunes e Aan.

O Foz vence no jogo isolado da tarde
Mesmo jogando perto de casa o Foz não conseguiu levar uma boa torcida e esta era a aposta do Sport e mandou o jogo em Cascavel. O Foz mandava no jogo e foi num lace que Karreta acabou perdendo um gol em que tava só ele o gol e mandou para fora. O Azulão tava melhor na partida e foi aos 17´1º que o Foz marca com Fabiano. E o jogo continuava fácil para o Foz e foi aos 30´1º que quase Karreta quase marca onde cabeceou para fora. E o Sport só incomodou mesmo aos 36´1º numa cobrança de falta de Pereira. Veio o 2º tempo e Caçapa já mexeu na equipe e foi através de Danielzinho foi para o ataque e depois deixa Karreta com a cara no gol e que depois ate que marca o atacante e que tava impedido. E depois disso foi um show de gols perdido pelo Foz e Sport não parecia que veio para o jogo e também o Azulão começou a administrar a partida para sair com a vitória e esperar os resultados da noite.
SPORT 0 x 1 FOZ DO IGUAÇU
Sport:
Edvaldo; Edvan, Felipe (Éverton), Kaio Oliveira e Marcão; Luan, Juvenal, Pereira e Rogério (Silas); Roni e Murillo (Maicon).
Técnico:
Vantuir de Moura.
Foz do Iguaçu:
Cleberson; Alisson, João Renato, Téssio e Fabiano; Bahia, Davi (Fernandinho), Rafael Kanela e Edinaldo (Danielzinho); Pequi (Brito) e Karreta.
Técnico:
Pedro Caçapa.
Local:
Estádio Regional Arnaldo Busatto, em Cascavel.
Árbitro:
Marcos Celso Jardim.
Assistentes:
Dirceu Eloi Comin e Claudemir Aparecido Leibante.
Público
22
Renda:
R$ 145,00
Gols:
Fabiano, aos 17 do primeiro tempo.
Cartões amarelos:
Téssio e Brito, do Foz do Iguaçu.
Texto: Élio Kohut(RadioCidade) – Foto: FutebolParanaense
Programa Intervalo no Esporte (18:00 as 19:00 hrs) – Radio Cidade – www.cidade104fm.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário