sábado, 18 de março de 2017

Tony Ramos se pronuncia sobre ação da PF contra venda ilegal de carne



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: OBSERVATÓRIO DA TELEVISÃO Imagem: Divulgação


Responsável por realizar campanhas publicitárias de uma das empresas que entrou na mira da Polícia Federal numa ação que investiga a venda ilegal de carne, Tony Ramos resolveu se pronunciar sobre a polêmica.
Em entrevista ao site Ego, o ator disse que está surpreso com a notícia. “Eu sou apenas contratado pela empresa de publicidade, não tenho nenhum contato”, explicou o famoso.
O artista afirmou que já visitou uma das fábricas da companhia e que consome os produtos, mas que irá buscar mais detalhes sobre o caso.
“Eu espero que se apure a verdade, eles tem o direito das minhas imagens. Não sei se faria novamente [outra campanha], se eles forem inocentados dos erros que estão sendo acusados, eu faria. Eu vou checar essa informação imediatamente”, concluiu Ramos. 
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Polícia Federal deflagra operação de combate a venda ilegal de carnes.

Frigoríficos investigados vendiam carne vencida no Brasil e no exterior.

Madero teve hambúrgueres tomados; rede foi pressionada a entrar em esquema.

Frigoríficos utilizavam vitamina C para mascarar carne estragada, diz PF.

Esquema ilegal em frigoríficos ajudava campanhas do PMDB e PP.

Grampo da PF revela diálogo do ministro da Justiça com “líder de organização criminosa”.

Operação da PF em frigoríficos coloca carne brasileira sob suspeita.

PF prende ao menos 20 funcionários públicos envolvidos na 'Carne Fraca'.

Chef Junior Durski do Madero se diz orgulhoso de denunciar extorsão à polícia.

Empresas investigadas na Carne Fraca doaram R$ 393 milhões a políticos em 2014.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário