segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Menina de 12 anos fogem com seu namorado e gasta R$ 10 mil no cartão do seu pai



By: INTERVALO DA NOTICIAS


Uma garota de 12 anos que mora no bairro Cajuru, em Curitiba, fugiu com o namorado de 17 anos que conheceu na internet e gastou em três dias a quantia de R$ 10 mil do cartão poupança dos pais. O primo da garota, de 11 anos, também fugiu de casa com o casal. Eles foram encontrados na tarde deste domingo (29) dentro de um shopping, no centro de Curitiba. Um taxista que estaria envolvido no sumiço dos adolescentes está foragido. O jovem de 17 anos, a garota e o primo estão na Delegacia do Adolescente, no bairro Tarumã. O sumiço da garota e do primo aconteceu na quinta-feira (25) à tarde. De acordo com o tio da menina, que conversou com a Banda B, eles fugiram e foram para a casa do namorado dela. “Eles se conheceram pelo Facebook. Ninguém sabe quem ele é. A família é tão simples que só se deu conta que o cartão tinha sumido no sábado à noite quando foram atrás do título de eleitor para votar”, contou. O pai da garota é pedreiro e a mãe é deficiente visual. No extrato da conta poupança a família identificou os gastos do grupo. Entre motéis e hotéis, celulares, roupas, sapatos e restaurantes, todo o dinheiro da economia dos pais foi gasto. Um taxista teria auxiliado o trio de adolescentes na fuga. De acordo com as investigações, ele teria comprado peças para o carro dele, roupas e um telefone celular de presente para a mulher. Os primos só foram encontrados na tarde deste domingo (28), quando a garota entrou com contato com a família pedindo o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) da tia dela. “Ela ligou e disse que estava sem dinheiro e precisava do CPF da tia. A tia foi perguntando umas coisas e ela caiu, disse que estava perto do Shopping Estação”, contou o tio. A família e a Polícia Militar (PM) encontraram a garota, o primo e o namorado fazendo compras dentro do shopping. O taxista aguardava o trio em frente ao local e, segundo a garota, dentro do carro havia aproximadamente R$ 4 mil em roupas.  No momento da apreensão, o taxista conseguiu fugir sem prestar esclarecimentos. Horas depois, um homem dizendo ser advogado do taxista foi até a delegacia e levou algumas sacolas e produtos que tinham sido comprados. Depois do Boletim de Ocorrência, a garota e o primo foram ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba fazer exame de corpo de delito. O jovem apontado com o namorado da menina completa 18 anos nesta terça-feira (30) e deve responder pelo crime como menor. Não há informações sobre o paradeiro do taxista. A polícia busca imagens em câmeras de seguranças de onde as compras foram feitas. A menina de 12 anos e o primo de 11 devem ser liberados sob a supervisão do Conselho Tutelar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário