quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Delegada tem prisão decretada após descumprir ordem judicial e prender dois homens em Ponta Grossa



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Radio Banda B Imagem: Divulgação

Após desrespeitar uma ordem judicial, que interditou o Presídio Hildebrando de Souza, a delegada-chefe da 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa teve a sua prisão decretada na tarde desta quinta-feira (25). A prisão foi determinada pela Vara de Execuções Penais após a delegada mandar dois homens para a cadeia na noite de ontem. Em entrevista ao jornal Diário dos Campos, a delegada afirmou que não descumpriu a ordem por um interesse pessoal, mas sim coletivo. “Eu tenho todo o respeito à Justiça, entretanto, estou entre a cruz e a espada”, afirmou. A determinação do juiz Antônio Acir Hrycyna, da Vara de Execuções Penais (VEP) e Corregedor dos Presídios proíbe a colocação de mais detentos no cadeião, que está superlotado, e prevê multa diária de R$ 30 mil à delegada em caso de descumprimento. Uma assessora de Hrycyna informou que ele irá analisar a desobediência da ordem e tomar as providências cabíveis. A delegada justifica que os dois homens conduzidos ao Cadeião representam risco à sociedade e não podem permanecer soltos. “Eles são acusados de crimes graves. Um é suspeito de ter cometido latrocínio e o outro agrediu a mulher grávida com vários chutes na barriga. Não posso deixar estas pessoas na rua”, argumentou. O presídio, que tem capacidade para 172 presos, foi interditado pela Justiça na terça-feira, quando 535 estavam no local.




Nenhum comentário:

Postar um comentário