sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Funcionários da prefeitura de Palmeira vão trabalhar só 3 hrs e vão continuar ganhando mesma coisa



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Radio Najua 

Funcionários da prefeitura de Palmeira irão cumprir carga horária de apenas 3 h
O final das administrações municipais gera situações no mínimo curiosas. Em Irati, vários funcionários comissionados e estagiários estão sendo desligados do quadro administrativo da prefeitura como forma de reduzir os gastos e equilibrar as contas. No entanto, é na cidade de Palmeira que um fato chama atenção. A partir da quinta-feira, 1, servidores de várias secretarias municipais da cidade irão cumprir uma carga horária de apenas três horas diárias.  Porém, a decisão é no mínimo engraçada, pois os servidores irão receber os seus vencimentos integralmente mesmo cumprindo apenas meio expediente. A informação foi confirmada pelo próprio prefeito de Palmeira, Altamir Sanson, em entrevista à equipe da Najuá. O atual chefe do executivo conta que os salários de novembro, dezembro e o 13º salário serão pagos aos servidores. "Já estamos com metade do 13ª salário quitado", comemora Sanson. O decreto 802 de 15 de outubro de 2012- assinado por Sanson, prevê que os servidores das pastas de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Rural, Assistência Social, Gestão Pública, Coordenadoria de Avaliação de Projetos, Fiscalização de Obras Governo e Planejamento e da Fazenda trabalhem das 8h30 às 11h30, não havendo expediente no período da tarde.
Prefeito é a favor do decreto
Sanson considerou a medida normal e disse que ela já foi tomada outras vezes, inclusive por ele durante os dois mandatos que esteve à frente do executivo da cidade. Segundo o atual prefeito de Palmeira, todos os municípios decretam um período de “moratória” após as eleições em função das dificuldades de realizar a dotação orçamentária. Para Sanson a determinação irá dar tranquilidade aos servidores que poderão se organizar melhor e deixar as contas em dia para o próximo prefeito. “Como o prefeito da situação venceu é uma forma de organizar a casa direitinha e de definir os convênios do fim de ano. Acabamos de receber verbas dos deputados Takayama e André Vargas na ordem de R$ 3 milhões para execução de obras na cidade”.
Serviços que não serão afetados
A medida de diminuir a carga horária de alguns funcionários não enquadra alguns setores e atividades consideradas como essenciais a população, como por exemplo, os serviços de coleta de lixo e os atendimentos no Centro Social Urbano e secretarias de Saúde, Educação, Cultura e Esporte, que permanecem no horário normal de expediente  das 8 às 11h30 e das 13 às 17 horas.   


Nenhum comentário:

Postar um comentário