quarta-feira, 24 de junho de 2015

Em assembleia, professores decidem encerrar greve de 59 dias na Unicentro



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RPC TV Imagem: Élio Kohut (Intervalo da Noticias)


Os professores da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) decidiram encerrar a greve que já durava 59 dias. A decisão ocorreu em duas assembleias realizadas na tarde desta quarta-feira (24), em Guarapuava e em Irati, ambas na região central do Paraná.
Segundo o presidente do Sindicato dos Docentes da Unicentro (Adunicentro), Marcos Aurélio Machado Fernandes, os professores não concordam com o reajuste aprovado pelo governo estadual, no entanto, encerraram a paralisação. “A negociação já está encerrada, o reajuste já foi aprovado, agora nós temos que buscar outras formas de mobilização. A Unicentro tem um compromisso social”, afirma.
Os professores reivindicavam um reajuste salarial de 8,17% e a data-base em maio, entretanto, a Assembleia Legislativa aprovou o projeto do governo estadual de reajuste de 3,45%, com novos aumentos até maio de 2018.
Fernandes confirmou que as aulas retornam na segunda-feira (29), e não imediatamente, porque muitos alunos e professores são de outras cidades.
A Unicentro informou que haverá uma reunião na sexta-feira (26), às 9h, em Guarapuava, entre os integrantes do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) e do Conselho de Administração (CAD). Eles vão definir um novo calendário universitário. O calendário está suspenso desde 14 de maio por causa da greve.
Esta foi a segunda greve de 2015. A primeira paralisação foi de 19 de fevereiro a 12 de março. Em 27 de abril, os professores retomaram a greve, que durou 59 dias. A paralisação atingiu cerca de 10 mil estudantes.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário