quarta-feira, 24 de junho de 2015

Câmara de Prudentópolis arquiva três CPs instauradas contra Gilvan



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Rádio Najuá Imagem: Élio Kohut (Intervalo da Noticias)

Sem o quórum necessário para a aprovação, três pedidos de abertura de Comissão Processante (CP) contra o ex-prefeito de Prudentópolis, Gilvan Pizzano Agibert, acabaram rejeitados durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores na última segunda (22). Desta forma, os pedidos de investigação consequentemente, foram arquivados.
O presidente da Câmara, o vereador Júlio César Makuch (PSD), salienta que o arquivamento foi decidido em plenário pela falta de quórum legal. O regimento determina a necessidade de aprovação de pelo menos dois terços dos vereadores (nove votos) para que seja aberta uma nova CP. “Muito embora tenhamos votado favoravelmente, se perdeu o objeto do decreto 201, que prevê a perda do mandato. E o mandato já foi cassado pela Câmara. Acredito que o resultado deve ser respeitado”, analisa Makuch.
Oito vereadores votaram favoravelmente a instauração das três novas Comissões Processantes: José Amilcar Pastuch (PSB), Valdir Krik (PPS), Dr. Darley Gonçalves da Rosa (PSB), Marcos Vinício dos Santos (PT), Júlio César Makuch (PSD), Osmar Pereira (PTB), Maurício Bosak (PSC) e Marcos Lachovicz (PPS). No entanto, Clemente Lubczyk (SD) votou contra, o que resultou no arquivamento da denúncia.Na semana passada, Clemente já havia se manifestado contrário a abertura de outra CP, que foi arquivada, pois não obteve o quórum necessário, ou seja, nove votos favoráveis. Matéria completa.

Ouça aqui a entrevista com vereador Julio Makuch. (ESTE ÁUDIO É DE PROPRIEDADE DA RÁDIO NAJUÁ, ENTÃO É PROIBIDA A UTILIZAÇÃO SEM AUTORIZAÇÃO)


OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário