sábado, 17 de setembro de 2011

Bens apreendidos com tráfico poderão financiar tratamento de dependentes


Ao justificar a apresentação da matéria, o senador Gim Argello lembrou que a questão das drogas é um problema de saúde pública, por isso, segundo ele, é lógico que os recursos oriundos do tráfico, quando apreendidos, sejam direcionados ao tratamento e à recuperação de dependentes. O parlamentar pelo PTB do Distrito Federal ressaltou, ainda, que os serviços públicos da área de saúde são os que recebem maior impacto em razão do número de usuários, o que tem se ampliado cada vez mais com a disseminação do crack em todo o país. É isso mesmo, é uma forma de a gente ajudar porque essa epidemia que virou esse crack no país nós temos que arrumar reforços financeiros e ainda mais se os bens apreendidos daqueles que tanto mal fazem aos nossos jovens, e então nada mais justo que os bens desses traficantes, desses maus elementos sirvam para ajudar a combater o mal que eles fizeram, para a gente investir em clínicas de recuperação, em fazendas terapêuticas, tem mais de 1 milhão, ninguém sabe ao certo hoje, pessoas viciadas em crack. Nós temos que combater isso. A matéria encontra-se atualmente na comissão de constituição e justiça, onde aguarda sugestões de outros senadores ao texto original.

Texto: Celso Cavalcanti (Radio Senado)  – Foto: Divulgação
Programa Cidade Noticias (12:00 as 13:00 hrs) – Radio Cidade FM (87,9) – WWW.cidade104fm.com.br  

Nenhum comentário:

Postar um comentário