sexta-feira, 22 de abril de 2016

Um dia após ser preso, caminhoneiro suspeito de engravidar menina é morto por detentos



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: BANDA B Imagem: Divulgação

Um dia após ser preso, um caminhoneiro de 53 anos, suspeito de estuprar e engravidar uma criança de dez anos, foi morto por detentos no Presídio de Goianira, na Região Metropolitana de Goiânia. Ele foi espancado, na noite desta quinta-feira (21), algumas horas após ser detido.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), o preso estava em uma cela com detentos que cometeram crimes semelhantes, mas, mesmo assim, foi espancado até a morte.
O caso
Os abusos chegaram até a polícia depois que uma médica de Goianira examinou a criança e constatou que ela estava grávida. Segundo as investigações, a mãe da menina morava com o suspeito de abuso há nove meses, depois dele ter dado uma carona para elas. Um mês depois começaram os abusos, que aconteciam com o consentimento da mãe, que tem 41 anos e também foi presa.
Ainda mais chocante no caso é que a menina tinha perdido a virgindade aos seis anos, após manter relação sexual com um dos irmãos. O caminhoneiro em depoimento, antes de ser morto, disse que não tinha relacionamento amoroso com a mãe e que tinha se sentido seduzido pela menina.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário