terça-feira, 22 de outubro de 2013

Aprovada a inclusão da quimioterapia oral em planos de saúde



By: INTERVALO DA NOTICIAS

Os planos de saúde privados serão obrigados a cobrir despesas de medicamentos de uso oral, além de radioterapia e hemoterapia em casa para pacientes que iniciaram o tratamento na rede hospitalar. Atualmente, eles não arcam com o custo desses remédios para uso domiciliar. Apresentado pela senadora Ana Amélia, do PP do Rio Grande do Sul, o projeto já havia sido aprovado no Senado, mas como foi alterado na Câmara, voltou para exame dos senadores. Ana Amélia explicou que a tendência médica hoje é fazer a quimioterapia por via oral. E destacou que a nova lei vai beneficiar não somente as mulheres, mas todos os pacientes de câncer:
Hoje é o dia mais importante do meu mandato porque está sendo concluído um processo iniciado aqui nesta casa que diz respeito a um milhão e cem mil pacientes portadores de cancer...esta é a resposta que a casa está dando a sociedade brasileira é o protagonismo na solução de um grave problema, a inclusão da quimioterapia oral no rol dos serviços de planos de saúde.
A Agência Nacional de Saúde Suplementar anunciou que os planos de saúde individuais e coletivos privados serão obrigados a oferecer a partir de janeiro cobertura para 50 novos procedimentos e 37 medicamentos orais para tratamento de diferentes tipos de câncer. O presidente do Senado, Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas, lembrou que, mesmo com a decisão da ANS de incluir a quimioterapia oral nos planos de saúde, a obrigatoriedade em lei protege mais os pacientes
Agora ela deixa de ser uma possibilidade e passa a ser um direito.
O projeto segue para a sanção presidencial. 



OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário