segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Vereador condenado a 17 anos de prisão por pedofilia continua no cargo em Goiás



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: R7 Imagem: Divulgação


O vereador Altemar Carrilho de Castro (DEM), conhecido como Temal Carrilho, da cidade Goianésia (GO), continua no cargo mesmo depois de ter sido condenado a 17 anos de prisão por pedofilia. Ele foi acusado de abusar sexualmente da sobrinha por quatro anos. A vítima tinha dez anos quando ocorreu o primeiro estupro, segundo a condenação.
O vereador recorreu da sentença e conseguiu o direito a responder ao processo em liberdade. Ele nega qualquer abuso e diz que tentará até o fim ser inocentado.
A Câmara Municipal da cidade informou que analisa o caso e permite que o vereador continue no cargo por se tratar de uma situação ‘delicada’, já que a Justiça permitiu que ele respondesse ao processo em liberdade. A Câmara alegou ainda que aguardará a decisão do Tribunal de Justiça, onde o vereador recorreu.
Castro foi indiciado pela titular da Delegacia Especializada de Apoio à Mulher, Fabiane Drews, por crime de estupro de vulnerável em setembro de 2011. Meses depois, a delegada foi removida do posto e disse ter sofrido perseguição.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário