quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Aluna de 13 anos leva submetralhadora para a escola



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: JORNAL NH Imagem: PM

Uma arma de grande poder de fogo, com apenas um modelo disponível para a Brigada Militar em Novo Hamburgo e nenhum nas delegacias da cidade, estava na mochila de uma aluna de 13 anos, dentro da sala de aula, na Escola Municipal Hugo Engelmann, no bairro Liberdade. Era uma submetralhadora com quatro balas de calibre 9 milímetros, de uso restrito, apreendida na manhã desta terça-feira pela Guarda Municipal, junto com um carregador para 30 munições. Na delegacia, a adolescente alegou que não sabia do material, versão que não convenceu os policiais. Após o depoimento, ela foi para casa com a mãe.
A Guarda recebeu denúncia de que uma aluna do 5ª ano da Hugo Engelmann tinha levado uma arma para a escola, por volta das 11 horas. A revista na sala foi feita sem a presença dos estudantes, que estavam no pátio em aula de educação física. Os agentes esperavam deparar com uma réplica ou até mesmo revólver de baixo calibre, artefatos que às vezes são encontrados. Submetralhadora é inédito. Quando chamada, a menina resistiu e teve que ser contida. Disse que era menor e que conhecia seus direitos.
Menina xinga a mãe e zomba de policiais
Na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, a adolescente xingou a mãe, zombou dos policiais e disse que a arma foi colocada na mochila pela irmã, que é mais velha e usuária de crack. Tranquila, sorridente e desafiadora, alegou ainda que não percebeu a submetralhadora na mochila no caminho de casa à escola. “Como não há grave ameaça nem violência, a adolescente foi entregue à responsável e ficará sujeita a procedimento do Ministério Público”, declarou a delegada plantonista Marjani Simch.
Fabricação clandestina
A investigação ficará com a 4ª DP, sediada no bairro Santo Afonso, que tentará descobrir o que a menina foi fazer com uma submetralhadora na escola e também a procedência da arma, de fabricação artesanal. A suspeita é que haja uma linha de montagem clandestina de armas em Novo Hamburgo. A submetralhadora será submetida à perícia.
O clima é de medo na escola. Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, a Prefeitura diz, por meio da secretarias de Educação (Smed) e de Segurança Pública (Sesmur), que saúda a atuação da Guarda Municipal neste caso e aguarda as investigações para saber a origem e os motivos da menor portar o material junto de seus pertences escolares. "Esta ação vem ao encontro dos projetos que a Prefeitura implantou no último ano e que segue em desenvolvimento, entre eles o Escola Mais Segura, o qual está intensificando e integrando a Guarda Municipal junto das unidades de ensino como forma de prevenção e combate à violência, além de buscar a formação da cidadania", destaca o texto.




OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário