terça-feira, 29 de abril de 2014

Vinda de novas empresas diversifica a economia de Guamiranga



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Edilson Kernicki (Rádio Najuá) Imagem: Divulgando

Novos empregos estão surgindo no município de Guamiranga com a vinda de novas empresas do ramo madeireiro e da construção. Antes, predominavam as olarias e a diversificação da economia vai permitir um novo impulso na oferta de trabalho.
A prefeita Telma Fenker (PSDB) diz que é com muita satisfação que recebe a terceira empresa no município desde que assumiu o Executivo. A SICOMP, uma indústria de compensados, já está instalada e em pleno funcionamento. “Está trabalhando com dois turnos e está indo muito bem”, observa.
Outra empresa de compensados teve a concessão de uso do terreno cedido pela prefeitura já aprovado pela Câmara e agora está em fase de licitação do barracão industrial para que ela logo se instale. “Também é uma empresa de compensados, que faz uma película protetora no compensado, que o torna mais resistente. Pode ser usado 20 vezes mais do que um compensado comum. Essa empresa também trará muitos empregos para a nossa cidade”, destaca a prefeita.
Mais recentemente, a Prefeitura assinou um protocolo de intenções junto com os empresários da Novo Lar, uma indústria de barracões, casas e muros pré-moldados. “Estamos encaminhando para a Câmara aprovar. E aí, sim, essa empresa poderá se instalar no nosso município, gerando em torno de 60 a 80 empregos diretos. Contando as três empresas juntas, até o final do ano”, enfatiza Telma.
A prefeita afirma estar satisfeita em cumprir uma meta de campanha, apesar de ser difícil atrair empresas para o município. Também antecipou que há, ainda, uma empresa de calçados vindo se instalar em Guamiranga.
Telma analisa que a diversificação econômica das indústrias do município contribui para a oferta de empregos. “Se ficar só num estilo de empresas, ficaria mais difícil para arranjar funcionários e também para as pessoas arranjarem emprego. Então estamos mudando para o ramo madeireiro, de calçados e outros ramos diferentes”, aponta.
A prefeita ressalta que o município de Guamiranga fica às margens da BR 373, o que facilita a logística para as empresas receber material e distribuírem a produção. “As empresas que se interessarem, nós estamos dispostos a conversar, prestar muitos esclarecimentos para quem desejar aqui se instalar”, convida.
Cada empresa deve gerar, na estimativa da prefeita, em torno de 25 empregos diretos. “A SICOMP já está no segundo turno, nesse ano já deve iniciar com 15 empregos, mas com disponibilidade de aumentar, até o próximo ano, e trazer outras empresas do ramo também. E a Novo Lar estará com 15 empregos iniciais”, informa.




OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário