terça-feira, 28 de maio de 2013

População de Imbituva pede melhorias para trevo



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Radio Najua Imagem: RPC TV

Uma travessia que já tirou a vida de muitas pessoas. A placa indica 60 km por hora, mas na prática os condutores circulam acima do limite permitido. O abuso já causou seis acidentes graves no trevo de acesso a Imbituva. Os incidentes resultaram em três mortes e deixaram 11 pessoas gravemente feridas somente neste ano.
Inconformada com a situação, a comunidade decidiu se reunir para pedir mais segurança. Assim como ocorreu em 2012 novamente o padre Leocádio Zitkowski, encabeçou o movimento que contou com a adesão de cerca de 500 pessoas.  Ano passado o padre foi manchete em âmbito regional e estadual depois de organizador um protesto que fechou a BR-373 em função do preço do pedágio.
Leocádio disse ao repórter Paulo Bernardes, da RPC/TV, que os manifestantes reivindicam a colocação de quatro semáforos, quatro lombadas, além de ciclovias, acostamentos, calçadas e manutenção da BR-373, em Imbituva. A justificativa é que muitas pessoas necessitam atravessar a rodovia para se deslocar até a escola e alguns bairros da cidade.
Já a presidente do Conselho de Segurança de Imbituva (CONSEG), Silvana Spisila, diz que o órgão se comprometeu em agendar uma reunião com os representantes da Concessionária de pedágio. A finalidade é realizar ações concretas que ajudem a diminuir o número de acidentes na rodovia. Ela espera contar com a ajuda das autoridades municipais para que o movimento tenha continuidade. “Queremos que a partir desse ato não se percam vidas nessa comunidade”, solicita.



OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário