quarta-feira, 29 de maio de 2013

Carros apreendidos estão apodrecendo em Guarapuava



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RPC TV Imagem: RPC TV


Pátios da Polícia Civil e do Ministério Público (MP) de Guarapuava, no interior do Paraná estão cheios de carros apreendidos em operações e flagrantes de crimes. São veículos nos mais diferentes estados de conservação, de carros de luxo a outros que se transformaram em sucata com a ação do tempo.
O problema, porém, é que todos esses veículos estão sob a guarda das instituições erradas. De acordo com a Polícia Civil, os carros, motos e até bicicletas apreendidos deveriam ficar sob a responsabilidade do Poder Judiciário, em depósitos reservados para este fim.
No jardim do prédio que abriga o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), do MP, há vários carros que tiveram que ficar recolhidos no local. Os carros aguardam decisões judiciais que possam definir o futuro desses automóveis. “Esses veículos estão aqui no Gaeco, porque o próprio Gaeco, no ajuizamento das medidas, se disponibilizou a ficar com esses veículos, porque não haveria espaço em depósito judicial para todos os veículos, frutos das operações “, explica o promotor Vitor Hugo Nicastro Honesko.
Para o delegado Ítalo Biancardi Neto, a guarda dos carros atrapalha o trabalho dos policiais civis. “Por serem muitos veículos, os policiais têm que parar o seu trabalho policial de investigação para identificar esse veículo automotor, identifica-lo no pátio ou no barracão e acabam, portanto, desviando o policial da sua função”, reclama.
De acordo com o Tribunal de Justiça do Paraná, já foi feito um pedido por parte do Fórum de Guarapuava para que seja construído um depósito exclusivo para manter esses veículos. Todavia, ainda não há uma data para a instalação do local apropriado.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário