sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Santos é campeão da Copa São Paulo



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Terra Esporte Imagem: Divulgação

 

Com Neymar na torcida, Santos vence o Goiás e fatura o bi da Copinha
A mais nova geração de Meninos da Vila vem aí. E com título! Empurrado por mais de 25 mil pessoas e com Neymar na torcida, o Santos venceu o Goiás por 3 a 1 nessa sexta-feira, no Pacaembu, e sagrou-se bicampeão da Copa São Paulo. O título da maior competição de juniores do país, conquistado de forma invícta, chega depois de 29 anos de espera. Jogando como manda a tradição, de forma ofensiva, com bola no chão e uma pitada de atrevimento, a garotada do Peixe mostrou ao técnico Muricy Ramalho que tem talento e pode ser promovida aos profissionais. Na decisão, brilharam as estrelas de Pedro Castro, Neílton e Giva, que marcaram os gols alvinegros. Arthur descontou para os esmeraldinos. A campanha alvinegra teve oito vitórias, sendo duas nos pênaltis, e dois empates. Um dos grandes momentos da trajetória dos Peixinhos foi a vitória sobre o rival Palmeiras, na eletrizante semifinal do torneio, que contou com a participação de cem clubes. Ainda não está confirmado, mas a expectativa é que cinco ou seis jogadores do time campeão sejam promovidos ao elenco principal.
O jogo
O primeiro tempo foi todo do Santos, que, além de ter muito mais posse de bola, criou quase todos os lances de gol. O nervosismo, porém, fazia os Meninos da Vila cometerem erros de fundamento e não conseguirem abrir o placar. No 4-4-2, com um meio campo leve e de toque de bola, o time do técnico Claudinei Oliveira foi se soltando com o tempo e chegou ao primeiro gol aos 34 minutos. O lateral-esquerdo Emerson Palmieri, um dos que deve ser promovido ao time profissional, fez jogada individual e foi derrunado dentro da área. Na cobrança, Pedro Castro bateu forte e superou Paulo Henrique, exímio pegador de pênaltis. Em vantagem, o Peixe se empolgou e quatro minutos depois marcou o segundo. Em contra-ataque, Neílton recebeu, arrancou e deu um leve toque na saída do goleiro. Título garantido, certo? Errado. O começo do segundo tempo foi de sufoco para os alvinegros. Arthur, que havia acabado de entrar, diminuiu logo aos três minutos. Aos 7, a situação ficou ainda pior, quando o zagueiro Wallece, em lance estabanado, derrubou Erick na área. Contudo, Liniker bateu para fora e deu um banho de água fria nos goiânos. O time esmeraldino continuou em cima, mas quem marcou foi o Santos. Aos 18, o artilheiro Giva, que não vinha bem na partida, recebeu passe de Neílton e, dentro da área, deslocou o goleiro, marcando o terceiro do Peixe. Depois, a garotada santista ainda teve chances de ampliar, mas o quarto não saiu. A torcida alvinegra fez festa e celebrou a conquista que não era alcançada há quase três décadas.
FICHA TÉCNICA SANTOS 3 X 1 GOIÁS 
Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 25/1/2013 - 10h (de Brasília)
Renda e público: R$ 266.125,00 / 25.172 pessoas
Cartões Amarelos: Léo Citadini - 22/1ºT e Péricles - 26'/1ºT , Tulio - 9'/2°T, Leandrinho 33'/2ºT Cartões vermelhos: Péricles, 44'/2ºT (GOI)
GOLS: Pedro Castro, 34'/1ºT (1-0); , Neíton, 38'/1ºT (2-0), Arthur 3'/2ºT (2-1), Giva 17'/2ºT
SANTOS: Gabriel Gasparotto, Alison, Walace, Jubal e Emerson; Lucas Otávio, Leandrinho, Pedro Castro e Léo Cittadini (Paulo Ricardo 32'/2ºT); Neilton (Lucas Crispin, 46'/2ºT) e Giva (Diego Cardozo, 30'/2ºT).
GOIÁS: Paulo Henrique, Péricles, Felipe, Allef (Arthur, 46'/2ºT), Mário Sérgio, Túlio, Rodrigo, Liniker e Jarlan (Murilo, 20'/2ºT); Paulo (Caio, 37'/2ºT) e Erik.



Nenhum comentário:

Postar um comentário