quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Adolescente é apreendido suspeito de matar a mãe e esfaquear o padrasto em Londrina


By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RADIO VOZ DO SUDOESTE Imagem: Divulgação

De acordo com a Polícia Militar (PM), o garoto fugiu e tentou se esconder em uma escola estadual após esfaquear a família. Ele acabou saindo da escola e foi encontrado em uma praça. A polícia não soube dizer o que motivou o crime. O garoto esfaqueou a mãe, Shirley Buena da Silva, que tinha 52 anos de idade; e depois golpeou o padrasto, Agnaldo José da Rosa, 67 anos.
Agnaldo Rosa, que é ex-secretário de Obras do município, disse aos bombeiros que acordou com os gritos da esposa, o enteado estava esfaqueando a esposa. Na tentativa de defender a esposa, ele também foi ferido. A vítima foi socorrida em estado grave e levada ao Hospital do Coração.
Continua depois da publicidade
O adolescente fugiu para o Colégio Estadual Machado de Assis e se escondeu em um banheiro. A diretora da escola Sueli Spolador diz que assim que os carros da polícia começaram a passar em frente ao colégio, o jovem deixou o local tranquilamente.
O menor foi apreendido em uma praça perto da escola com a faca utilizada no crime e com uma máscara, ainda segundo a polícia.
"Chamamos a Patrulha Escolar e eles nos orientaram a manter todos os alunos dentro das salas, com as portas trancadas, até que o menino fosse encontrado. Foi uma situação que assustou todo mundo", explicou a diretora do colégio.
O tenente Renan Prado, que é comandante da Patrulha Escolar, diz que a faca encontrada com o adolescente estava com manchas de sangue e, no momento que foi apreendido, o adolescente não reagiu.
"Ainda é muito prematuro dizer qualquer coisa, a gente não sabe o que ele pretendia fazer com a máscara de caveira e com essa faca depois de esfaquear a mãe o padrasto. 
Continua depois da publicidade 
A Patrulha Escolar agiu rápido e encontrou o menor", explicou.
Vizinhos informaram aos policiais que uma intensa discussão foi ouvida na casa ontem à noite. Ainda, de acordo com a polícia, nos últimos dias o garoto apresentava comportamento estranho, manuseando objetos pontiagudos – e que passava o maior tempo na Internet.
Vizinhos contaram à polícia que viram o momento que o garoto saiu de casa pela manhã, enquanto o padrasto gritava por socorro. Ao ser questionado sobre o que tinha acontecido na casa, o menor disse que ‘estava tudo bem’ e ‘que nada havia acontecido’.  A polícia descobriu que o adolescente ainda lavou a faca usada no crime.
O celular do garoto, cujo o nome não pode ser publicado, tinha como papel de parede uma figura sinistra. A informação é que nesses dias, ele apresentava comportamento estranho e passava horas no computador jogando ‘Free Fire’ – um conhecido game de violência, onde você mata os inimigos das mais variadas formas – inclusive com facas.
O menino de 15 anos apontado como principal suspeito apresentava comportamentos estranhos e diabólicos, e estava passando por tratamento psicológico.
Segundo apurado pela Rádio Brasil Sul, o garoto usava uma máscara de Halloween no momento do crime, e depois de cometê-lo, ainda foi normalmente para a escola – onde foi apreendido.
OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário