terça-feira, 25 de outubro de 2016

Contran divulga novas regras para fiscalização de som alto



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: TN ONLINE Imagem: Divulgação


A partir desta segunda-feira (24), proprietários de veículos flagrados com som alto poderão ser multados, mesmo sem a medição dos decibéis produzidos. A resolução 624 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada em Diário Oficial na sexta-feira (21) prevê que o agente fiscalizador registre a autuação nos casos em que o som seja audível pelo lado externo, independente de volume ou frequência, e que perturbe o sossego público.
Hoje, esta é considerada uma infração grave, com multa de R$ 127,69 e 5 pontos na habilitação. “A medida vem para corrigir as dificuldades operacionais da fiscalização, já que os agentes de trânsito dependiam de equipamentos de medição para aplicar a penalidade”, explica o diretor-geral do Detran Paraná, Marcos Traad.
A resolução faz exceção a ruídos produzidos por buzinas, alarmes, sinalizadores de marcha a ré, sirenes pelo motor e demais componentes obrigatórios do próprio veículo.
Também não estarão sujeitas às penalidades as emissões sonoras de publicidade, divulgação ou entretenimento público previamente autorizados; veículos de competição e os de entretenimento público, que estejam permitidos a utilizar o som específico em locais apropriados ou de apresentação estabelecidos pelas autoridades competentes.
É importante lembrar que, a partir de 1º de novembro, o valor das multas será reajustado em até 66% e as infrações graves terão custo de R$195,23. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) pede que os motoristas fiquem atentos às alterações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário