sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Beto Richa chama Ney Leprevost de oportunista e coloca Ratinho Jr. na parede



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: TRIBUNA DO PARANÁ Imagem: Jonathan Campos

Alvo de ataques de Ney Leprevost (PSD) nos últimos dias, o governador Beto Richa (PSDB) decidiu quebrar o silêncio e chamou o deputado estadual de demagogo e oportunista.
Ele revelou que, em troca do possível apoio do PSDB nesta eleição, Leprevost se comprometeu a pedir desculpas a ele publicamente pela postura adotada na Batalha do Centro Cívico, quando se colocou contra o governo.
E ainda cobrou um posicionamento de Eduardo Sciarra, presidente estadual do PSD, e de Ratinho Jr., secretário do Desenvolvimento Urbano, em relação ao discurso do parlamentar. “Se houve rompimento [do PSD conosco], que tenham a dignidade de me avisar.”
Neste segundo turno, Leprevost passou a desferir diversos ataques contra Richa, que formalmente apoia o candidato Rafael Greca (PMN), apesar de vir mantendo distância da campanha. Além de sistematicamente mencionar ou usar imagens do confronto do dia 29 de abril no horário eleitoral, o deputado tem acusado comissionados do governo do estado de serem responsáveis por postagens contra ele na internet.
Já nesta segunda-feira (24), em entrevista à RPC, ao comentar o assassinato de um estudante numa escola ocupada em Curitiba, disse que Richa tem falhado na segurança pública. Também afirmou que “quem é homem cumpre promessa”, em relação à suspensão do pagamento da data-base aos servidores estaduais.
Visivelmente irritado, o governador declarou que Leprevost agiu por conveniência ao se colocar ao lado dos professores na votação da reforma da Paranaprevidência, que terminou com 213 feridos.
Disse ainda que, ao tentar negociar o apoio do PSDB à candidatura dele em Curitiba, teria prometido vir a público afirmar que se excedeu na ocasião e pedir desculpas a ele. “Se eu estivesse apoiando a candidatura dele, eu seria esse monstro que ele pinta todo dia na campanha?”, questionou o tucano.
Munido de fotos no celular, Richa afirmou terem sido apreendidos 300 mil exemplares de um jornal apócrifo no qual ele aparece em imagens ao lado de Luiz Abi e do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha.
“Isso a mando do candidato Ney Leprevost, que diz que prega o tempo todo uma campanha limpa e propositiva, mas na prática não é o que ele faz. Eu estou fora da campanha. Era desnecessário me atacar, baixar a esse nível”, lamentou. “Vou processar os responsáveis por esse jornal. Não aceito e não mereço esse tipo de comportamento.”

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário