sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Prudentópolis ficou na 21º em geração de emprego no mês de agosto

By: INTERVALO DA NOTICIAS

Texto: RPC TV Imagem: Divulgação

Guarapuava, na região central do Paraná, é a cidade paranaense que mais gerou empregos com carteiras assinadas em agosto. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e foram divulgados na tarde desta sexta-feira (25).
Ao todo, foram 215 postos de trabalho criados em agosto – o que representa um aumento de 0,59% em relação ao mês anterior. Conforme o Caged, Guarapuava não tinha um saldo positivo na geração de empregos com carteiras assinadas desde janeiro deste ano.
Ainda de acordo com o Caged, a construção civil foi o setor que mais contratou em Guarapuava em agosto: foram 167 empregos ofertados. Em seguida, vem a agropecuária, ramo que gerou 65 oportunidades de trabalho na cidade. Já a indústria de transformação foi a área que mais gerou demissões: 215 no total.
Ranking
O ranking do Caged abrange 60 cidades, todas com mais de 30 mil habitantes. No topo da lista das que mais geraram empregos formais também está Campo Mourão, no centro-oeste, com 115 novos postos; na sequência, aparece Francisco Beltrão, no sudoeste, com 113; depois, vem Paranavaí, no noroeste, com 110 vagas criadas.
Ainda segundo o Caged, dos 60 municípios, apenas 19 tiveram desempenho positivo em relação a julho. Entre eles, Laranjeiras do Sul (9º lugar) e Pitanga (19º lugar), no centro paranaense, União da Vitória (10º lugar), no sul do estado, e Jaguariaíva (15º lugar), na região dos Campos Gerais. Curitiba ficou em último lugar: foram 2.947 desligamentos a mais do que admissões.
Prudentópolis está na na 21º lugar com 150 admissão, 153 desligamento,  com saldo de -3.
O ranking completo você encontra aqui.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário