sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Júri inocenta réu acusado da morte de ex-presidente do PT em Imbituva



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RÁDIO NAJUÁ Imagem: Divulgação

O réu João Carlos Neiverth, um dos acusados pela morte do ex-presidente do PT de Imbituva, Oscar Fachini, em 2002, foi inocentado pelo júri, em julgamento ocorrido nesta semana no Fórum da Comarca de Imbituva. O julgamento atraiu muitas pessoas ao Fórum, que acompanharam todos os procedimentos, até a leitura da sentença, por volta das 20h.
Uma vez inocentado do crime, Neiverth recebeu o abraço da família e dos amigos. Ele demonstrou tranquilidade e disse que estava em paz consigo mesmo. Por outro lado, ressaltou o sofrimento durante todo o processo, que já se estende há 13 anos. “O sofrimento foi grande, longo; os gastos, mais ainda; a família sofrendo. Quero afirmar que Deus existe e que a injustiça jamais vai prevalecer. Foi feita a justiça. Tenho consciência de que sou inocente. A população hoje demonstrou isso e espero que, futuramente, se Deus assim o permitir, os culpados sejam apresentados”, desabafou.
João Carlos Neiverth ainda comentou que faz parte da quarta geração de uma família de imigrantes que ajudou a fundar o município de Imbituva e que, em todos esses anos, nenhum jamais tinha enfrentado situação parecida. “Enfrentei [o processo] para ajudar minha cidade. O que me resultou foi puxar essa cruz de uma justiça. Agradeço a todos os imbituvenses e a toda a minha família, que é enorme”, disse. Neiverth contou que acabou indo embora de Imbituva e que, ocasionalmente, retorna para visitar os amigos. “Mas infelizmente, por Imbituva, não posso fazer mais nada. [A acusação] machucou muito”, lamentou. MATÉRIA COMPLETA.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário