quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Beto Richa tem nome citado em e-mails de empreiteira investigada pela Lava Jato



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: BAND NEWS Imagem: Divulgação


O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), teve o nome citado em três e-mails enviados pela secretária-executiva do empreiteiro Marcelo Odebrecht, Darci Luz. As mensagens foram apreendidas pela Polícia Federal e constam em um dos inquéritos da Lava Jato.
Os e-mails, com o currículo do então candidato a governador, são destinados às secretárias de presidentes das empresas Gerdau, Bunge e Suzano. Alguns dias depois, duas dessas empresas fariam doações para a primeira campanha de Beto Richa ao governo do estado.
Os e-mails foram apreendidos pela Polícia Federal (PF) nas buscas realizadas na sede da construtora Odebrecht, em São Paulo, em junho deste ano. O material está no relatório do mesmo inquérito policial que também contém mensagens indicando que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria feito lobby em favor da Odebrecht no exterior.
Acusado de participar do esquema de corrupção na Petrobras, o presidente da empresa, Marcelo Odebrecht, está preso desde junho, atualmente no Complexo Médico Penal de Pinhais, na Grande Curitiba.
Os e-mails que citam Beto Richa pedem que o currículo do então candidato seja impresso e entregue a Jorge Gerdau, da Gerdau, Pedro Parente, da Bunge, e David Feffer, da Suzano. No currículo, constam informações sobre a formação profissional e trajetória política do governador. O relatório da Polícia Federal não menciona quais seriam os objetivos das mensagens. Na prestação de contas da candidatura do governador no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), constam doações da Gerdau e da Bunge, que somam R$ 580 mil. Dez dias depois do envio do email, no dia 19 de junho, a Gerdau doou R$ 250 mil para a campanha de Richa. Mais R$ 250 mil da mesma empresa foram para o diretório estadual do PSDB, no dia 25 de agosto. A Bunge doou R$ 80 mil para a campanha de Richa em 20 de agosto.
Não constam na prestação de contas contribuições da Suzano, Marcelo Odebrecht ou de sua empreiteira à campanha de Richa. O governador Beto Richa disse que não há qualquer irregularidade na menção ao seu nome e que sente honrado de ter recebido contribuição do empresário Jorge Gerdau.
A Odebrecht se manifestou por meio de nota afirmando que “os trechos de mensagens eletrônicas divulgados apenas registram uma atuação institucional legítima e natural da empresa e sua participação nos debates de projetos estratégicos para o País.” A empresa também diz lamentar “a divulgação e interpretações equivocadas sobre mensagens sem qualquer relação com o processo em curso.”

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário