quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Ex-deputado Roberto Aciolli vai a júri popular por homicídio cometido em 2009



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: BANDA B Imagem: Divulgação

O ex-deputado estadual e apresentador de televisão Roberto Aciolli (PV) irá a júri popular acusado pela morte de um homem no ano de 1999, no bairro Água Verde, em Curitiba. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (26) pelo jornalista Rogério Galindo, da Gazeta do Povo, que informou que o caso deve ser julgado como homicídio doloso e, portanto, deve ser levado ao Tribunal do Júri. A defesa de Acioli recorreu da decisão da pronúncia ao Tribunal de Justiça do Paraná nesta semana.

Aciolli é acusado pelo assassinato do engraxate Paulo Cesar Heider, com um tiro na nuca, em 1999. A defesa do ex-deputado alega que o tiro não foi intencional e pedia para ser julgado pelo juiz.
Aciolli confessou à polícia ter matado Heider, na época com 23 anos, com um tiro na cabeça, depois de descobrir que o jovem teria participado do roubo de uma loja de celulares – que pertencia à mulher de Aciolli. Heider tinha diversas passagens pela polícia.
Caso seja condenado, Aciolli pode pegar pena de 12 a 30 anos por homicídio qualificado por motivo torpe (banal).

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário