sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Motorista de Irati morre em acidente na SP-255



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: PLANTÃO POLICIAL Imagem: PRF


O caminhoneiro Zeno Ribeiro de Souza, 77 anos, faleceu em um grave acidente ocorrido na madrugada desta sexta-feira (30), por volta das 5h, em Itaberá, São Paulo. Ele estava voltando para Irati, quando colidiu de frente com outro caminhão na Rodovia Eduardo Saigh (SP-255), morrendo no local. O outro motorista teve ferimentos graves e foi levado para atendimento médico em Itapeva.
Um terceiro caminhão também se envolveu na colisão, mas o condutor não se feriu, de acordo com a Polícia Rodoviária. O acidente provocou interdição parcial da rodovia de pista simples.
Zeno era motorista da Cerealista Malanski. Além do dele, havia outro caminhão da empresa, que seguia junto de volta a Irati e estava um pouco a frente quando ocorreu o acidente. Eles haviam dormido em um posto de combustíveis até às 4h30, quando resolveram seguir viagem. As informações são que o outro caminhoneiro envolvido na colisão dormiu na direção e entrou na contramão, ocasionando a batida que vitimou Zeno, que havia levado uma carga de cebola nesta ocasião.
O corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Itapeva e será transladado para Irati através uma funerária do município.
Motorista mais antigo
O senhor Zeno era motorista da Cerealista Malanski de Irati. Ele e mais dois filhos trabalhavam na empresa.
Segundo a cerealista, ele prestava serviços para a mesma há mais de 30 anos, mas exercia a profissão há pelo menos 50. Zeno era o motorista em atividade mais antigo do município.
A notícia da morte do caminhoneiro trouxe comoção a todos os funcionários, segundo a Cerealista Malanski. De acordo com a empresa, até então, Zeno nunca havia se acidentado durante os anos que exerceu a profissão de caminhoneiro.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário