sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Eleição deve por fim à "guerra" entre Igreja Universal e apóstolo Valdemiro



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: UOL Imagem: Divulgação


Após quase seis anos em estado de beligerância, as igrejas Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, e Mundial, do apóstolo Valdemiro Santiago, podem estar perto de uma trégua.
O motivo é que as eleições acabaram por reaproximar as duas igrejas: Marcelo Crivella, candidato a prefeito do Rio pelo PRB e sobrinho de Edir Macedo, recebeu apoio direto do apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial.
Três meses atrás, Valdemiro fez as honras e recebeu Crivella na Cidade Mundial, candidato a prefeito no Rio. Todos os pastores da Mundial foram orientados a votar e estimular os fiéis a votar em Crivella, que é líder nas pesquisas.
Durante o encontro, segundo a reportagem apurou, Santiago sinalizou  que gostaria de acabar com anos de rivalidade com Macedo --que chegou ao auge em 2012, quando a Record exibiu uma longa reportagem acusando o líder da Mundial de usar dinheiro doado por fiéis para enriquecimento pessoal, com compra de imóveis, carros e até  animais  para abate.
A reportagem desencadeou uma investigação conjunta do Ministério Público e da Receita Federal, o que prejudicou bastante Santiago --pública e financeiramente.
Nos meses seguintes a Universal continuou a atacar em outra frente: a igreja de Macedo passou a cobrir ofertas para compra de horários em todas as emissoras de TV em que Valdemiro Santiago estava alojado.
O resultado foi que a Igreja Mundial acabou praticamente sendo expulsa da TV aberta, ficando apenas com seu canal distribuído na TV paga. A estratégia de Macedo --denúncia e posterior compra de horários-- acabou fazendo a Igreja Mundial perder muitos discípulos.
O CASO
Ninguém sabe exatamente quem começou a briga entre as duas igrejas, mas há indícios que foi Edir Macedo.
Nos idos de 2009, o bispo começou a realizar as famosas sessões de descarrego, nas quais os "possuídos" pelo demônio citavam (ao vivo) que haviam sido enviados diretamente pela Igreja Mundial (para atacar a obra da Universal).
Em resposta, Santiago passou a atacar a Universal também em suas pregações na TV, chegando, num momento de destempero, a dizer que as doenças que Macedo enfrentava eram obras do demônio.
Os ataques se sucederam nos dois anos seguintes, até que Santiago começou a tentar atrair, com suas pregações, justamente os fiéis da Universal.
Foi aí que Macedo partiu para o ataque e veio a reportagem com a denúncia a Santiago e seu grupo em rede nacional, num domingo, em horário nobre.
Ainda em 2012, o próprio Valdemiro foi o primeiro a tentar um "cessar-fogo". Na ocasião, em março, em entrevista a este colunista, o líder da Mundial afirmou que sua igreja era "humilde", e que Macedo não tinha motivo para atacá-lo daquela.
No entanto, desafiou o rival para que também abrisse suas contas à Receita Federal. Ainda em 2012 a Mundial também sinalizou com a paz ao decidir apoiar o então candidato da Universal à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomano. Este ano, no entanto, o apoio ao candidato do PRB não ocorreu.
Agora, com a eleição municipal, é possível que essa guerra finalmente termine.
Com a paz selada, a Universal pode enfim "largar o osso inteiro" e deixar espaço para que a Mundial também possa retornar à TV aberta.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário