quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Irmãs pedem bolo de aniversário em carta de Natal para bombeiros em Ponta Grossa



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Alana Fonseca (RPC TV) Imagem: RPC TV


Em uma cartinha de Natal, duas irmãs, de 11 e 13 anos, pediram de presente ao Corpo de Bombeiros um bolo para comemorar o aniversário. Elas celebram a data no mesmo dia, em 12 de dezembro. As meninas moram em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, e os pais estão desempregados. A família, há tempos, tem passado por dificuldades. “A gente não tem dinheiro para água, luz e nem para comida”, desabafa a mãe das garotas, Rosângela das Graças. Sendo assim, seria impossível para os pais realizar o sonho das duas irmãs.
A carta das irmãs comoveu o cabo Junior Maciel, do Corpo de Bombeiros. Ele mobilizou os amigos da corporação para fazer uma surpresa especial. Mas, segundo o cabo, não foi apenas o pedido pelo bolo de aniversário que deixou os bombeiros emocionados. As duas meninas escreveram, ao todo, 37 correspondências idênticas. Todas escritas uma a uma e muito bem caprichadas. Em uma das cartas, as garotas desenharam um mapa detalhado de como chegar até a casa da família. Sem as coordenadas, seria bastante difícil chegar à residência, que fica na periferia de Ponta Grossa.
“A nossa maior felicidade foi a cartinha das nossas meninas ter sido lida”, afirma o pai das irmãs, Djalma Gonçalves da Silva. Principalmente na época do Natal, o Corpo de Bombeiros recebe centenas de cartas e pedidos que, às vezes, comovem. Para o cabo, cada vez que um pedido é atendido, é uma maneira de mostrar que os bombeiros não são apenas socorristas. “Atender pedidos como o das duas irmãs, para mim, é como salvar vidas. É gratificante”, diz Junior.
A festa
Não teve só bolo. Teve uma festa inteira e muito bem organizada. E o evento foi exatamente no dia do aniversário das meninas. O bolo branco tinha escrito em vermelho o nome das duas irmãs, Monalisa e Carolina. Na comemoração, também havia salgadinhos, docinhos, refrigerante e balões rosa para decorar.
Na hora de cantar o “Parabéns a você”, ninguém conteve as lágrimas e muito menos os sorrisos de felicidade. “Eu não lembro a última vez que tive uma festa de aniversário”, afirma Carolina Gonçalves da Silva. A festa começou por volta das 18h, horário em que a família fez a primeira refeição do dia.
“Eu nem pensava que escolheriam a nossa cartinha. Quando cheguei à casa da minha vó, nem acreditei. Eu amei a nossa festa. Eu e a minha irmã estamos muito, muito felizes”, diz Monalisa Gonçalves da Silva.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário