quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Patrulha do campo paralisa atividades na região centro-sul



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Paulo Henrique Sava (Rádio Najuá) Imagem: Divulgação

Durante reunião realizada na última sexta-feira, 21, na sede da Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná – AMCESPAR, a chefe do escritório regional do DER, Lucimara Farias e o diretor técnico da CODAPAR, David Pinezi, informaram que o projeto Patrulha do Campo paralisará suas atividades no mês de dezembro na região centro-sul.
Em sua explanação, Lucimara explicou que os trabalhos foram paralisados por conta da baixa produtividade do projeto neste período e das férias de muitas prefeituras no fim do ano. O segundo ponto que foi levado em consideração foi o período de fechamento do ano e do primeiro mandato do governador Beto Richa. Segundo a chefe do DER, esta paralisação se tornou necessária para o fechamento das contas do Estado.
“Todo o estado está com redução nas contas e foi preciso que as patrulhas parassem para o fechamento das contas. Neste momento, estamos pedindo a compreensão de todos os senhores [prefeitos], e acredito que nas prefeituras não é diferente a questão do fechamento das contas, e o Estado precisava deste fôlego e a patrulha foi essencial para isso”, ressaltou.
De acordo com o diretor técnico da CODAPAR, David Pinezi, metade das obras programadas para  Rio Azul e Imbituva já estão prontas.
 “Quando você para no começo, fica mais fácil retomar os projetos depois, então, esta desmobilização de equipamento e de pessoal, além de prorrogar a expectativa dos produtores pelo trabalho nas estradas, causou transtorno para os dois municípios, mas foi uma determinação do Estado”, afirmou.
Ainda segundo David, os trabalhos devem ser retomados no dia 05 de janeiro de 2015 em Rio Azul e Imbituva. Posteriormente, as patrulhas serão destinadas para Fernandes Pinheiro e Ipiranga, porém nestes municípios os projetos devem ser reformulados para que haja um melhor entendimento sobre o funcionamento do programa.
Melhorias no programa
De acordo com o diretor técnico da CODAPAR, o programa vem sendo melhorado a cada dia. “O primeiro foi um aprendizado, o segundo para melhorar e o terceiro para afinar ainda mais. Nós estamos indo para o 5º município e aquelas dificuldades que a gente tinha diminuíram em quase 100%”, afirmou.
David afirmou que houve uma evolução no trabalho de readequação de estradas nestes últimos anos na questão do aproveitamento de material natural de boa qualidade e de fazer um estudo e um acompanhamento na questão da diminuição de pó com a utilização de cascalho. 
Segundo David, isso causa um certo transtorno nos loteamentos urbanos e em alguns pontos de localidades rurais onde existem escolas e igrejas, por exemplo. “Nós vamos fazer um trabalho de acompanhamento e de experimento de algumas ações para melhorar esta situação”, ressaltou.
Ele explicou que, no retorno das atividades, serão realizadas algumas atividades específicas em alguns municípios, como Mallet, Imbituva, Rio Azul, Rebouças e Irati. 
“Este trabalho diferenciado vai acrescentar um custo a mais, mesmo que seja muito pequeno, na questão desta nova tecnologia”, finalizou.
 
OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário