quinta-feira, 29 de maio de 2014

Motoboys e mototaxistas vão receber adicional de periculosidade



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Iara Farias Borges (Rádio Senado) Imagem: Divulgação

O projeto de lei altera a Consolidação das Leis Trabalhistas, CLT, para conceder a quem trabalha com motocicleta o pagamento de 30% de adicional de periculosidade sobre o salário. A proposta foi motivada pelo relatório do Corpo de Bombeiros de São Paulo, que constatou grande número de acidentes envolvendo motocicletas, com lesões sérias ou vítimas fatais, conforme ressalta o relator da matéria, senador Romero Jucá, do PMDB de Roraima.
“Por exemplo, lá em Roraima, lá em Boa Vista, setenta por cento do trauma de atendimento do Pronto Socorro são acidentados de motocicleta”. Também o autor da proposta, senador Marcelo Crivella, do PRB do Rio de Janeiro, ressaltou o alto índice de acidentes graves envolvendo motociclistas, e considerou importante a medida para beneficiar a categoria.
“É preciso que esses meninos tenham uma remuneração melhor. Para comprar uma bota de couro, um casaco de couro, um capacete melhor, para não andar com a motocicleta com o pneu careca, para poder ter um melhor treinamento, para ter conhecimento de que hoje, no Brasil, a cada 20 minutos, morre um motoboy, um mototáxi, um carteiro. É como se ao final do dia caísse um boing 777, todo dia, no Brasil”.
A matéria segue para sanção da presidente da República.




OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário