quarta-feira, 23 de novembro de 2011

VASCO É BRASIL NA SUL-AMERICANA


Com uma campanha impecável, o Universidad de Chile chega ao Rio de Janeiro como o "Barcelona das Américas". Mas se não é alvo de comparação tão honrosa, seu adversário desta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), pela semifinal da Copa Sul-Americana, não fica atrás no sentido grandeza. Ainda na briga para conquistar mais dois títulos de expressão em 2011, o Vasco garantiu a classificação para a Libertadores por ter sido campeão da Copa do Brasil. E a partida contra o time que é visto por muitos como a sensação do continente pode ser o teste perfeito para que o grupo de Cristóvão Borges saiba o que vai encontrar no ano que vem, quando voltar a disputar a competição após 11 anos.
O árbitro paraguaio Antonio Arias apitará a partida. Ele será auxiliado por Rodney Aquino e Carlos Cáceres, também do Paraguai.
O último confronto entre Vasco e Universidad de Chile ocorreu há 48 anos. No dia 14 de abril de 1963, as equipes empataram por 2 a 2, pelo Torneio Pentagonal de Santiago. Os gols vascaínos foram marcados por Célio e Joãozinho. Curiosamente, as duas equipes terminaram empatadas na liderança da competição, e o jogo que desempataria o duelo, previsto no regulamento, acabou não acontecendo devido a uma excursão do La U à Europa. Assim, ambos foram declarados campeões.
Vasco: Cristóvão Borges guarda segredo sobre a escalação do Vasco para a partida. Lembra que é preciso avaliar a condição física de cada jogador, já que a equipe terá uma partida decisiva contra o Fluminense no domingo pelo Brasileirão, mas que a ideia é mandar a campo a formação mais forte possível. Eder Luis, machucado, está fora do restante da temporada. O Vasco deve entrar em campo com Fernando Prass, Fagner, Renato Silva, Dedé e Jumar; Romulo, Allan, Juninho Pernambucano e Felipe; Bernardo e Élton.
Universidad de Chile: o técnico Jorge Sampaoli conta com força máxima para enfrentar o Vasco. O time vai ser escalado com uma linha de três zagueiros e conta lá na frente com um trio de ataque que tem infernizado os adversários. O time entra em campo com: Johnny Herrera, Osvaldo González, Marco González e Pepe Rojas; Eugenio Mena, Charles Aránguiz,  Marcelo Díaz e Gustavo Lorenzetti, Eduardo Vargas, Gustavo Canales e Francisco Castro.
By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Globo Esporte – Foto: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário