quarta-feira, 30 de novembro de 2011

CELSO ROTH DEIXA O GREMIO


O técnico Celso Roth fez o esperado. Nesta terça-feira ele comunicou que não irá permanecer no Grêmio em 2012. O treinador disse que uma decisão pessoal motivou tal situação. Assim, ele comandará o Grêmio no duelo com o Internacional, mas não seguirá no clube para próxima temporada. Antes de qualquer pergunta vou fazer um comunicado. Quero comunicar que vou cumprir meu contrato que vai até 31 de dezembro de 2011. E quero dizer que não continuarei no ano que vem. É uma decisão que foi tomada por mim em conjunto com a direção. Estou comunicando disso. Não tivemos reunião. Só meu procurador, que a posição já estava tomada. Quero agradecer a torcida do Grêmio pela receptividade, a direção pela chance e o grupo. É uma decisão minha, pessoal e profissional. Estou colocando publicamente porque tínhamos que, depois de um determinado tempo, minha intenção era comunicar depois do campeonato. Mas em comum acordo achamos melhor antes. Para que passássemos a pensar diretamente no clássico", disse Celso Roth. O retrospecto recente mudou a ideia inicial gremista de permanecer com o técnico. No mês de novembro foram 5 jogos, com 3 derrotas e 2 empates, aproveitamento de 13,3%. A torcida cobra muito e vaia Roth constantemente nos últimos jogos. A última partida do comandante na equipe será o clássico Gre-Nal de domingo, ás 17h (horário de Brasília), no Beira-Rio. Curiosamente, o clássico já havia encerrado a passagem anterior do comandante de campo pela equipe do Olímpico, em 2009. Vanderlei Luxemburgo é o preferido para comandar o Grêmio em 2012, ano em que o clube se despede do estádio Olímpico e inaugura a Arena. No entanto, o contrato até dezembro de 2012 com o Flamengo, com multa rescisória retroativa aos meses que falta de contrato, ou seja, R$ 9,1 milhões, e R$ 700 mil mensais afastam inicialmente qualquer possibilidade. Caio Jr, ex-Botafogo, é uma das opções encontradas no mercado.
By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Marinho Saldanha (Uol Esporte) Foto: Uol Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário