quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Mulher diz que matou amiga para defender o filho de 3 anos no PR


By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: MASSA NEWS Imagem: Cris Neres (Rede Massa)

Daiana Pereira Barroso, de 33 anos, foi presa em flagrante após matar uma amiga. O caso foi registrado no fim da noite de terça-feira (25), na casa onde Daiana mora com os filhos, no Jardim das Américas, em Curitiba.
De acordo com o relato de Daiana, a vítima, identificada como Alexandra Maria da Silva, de 44 anos, era sua amiga, e ela não tinha a intenção de matar, mas precisou agir para defender o filho de 3 anos. “Ela (a vítima) estava possuída. Ela agarrou meu filho, disse que a entidade estava pedindo para ela matar meu filho e me matar, então eu tive que agir e segurar ela”, revelou. “Então eu segurei ela com um mata-leão, e ela morreu”, acrescenta.
Continua depois da publicidade

Na delegacia, Daiana se diz arrependida e reafirmou que nunca quis matar a amiga. Ela também relatou que convidou Alexandra para passar as festas em sua casa, uma vez que a amiga estava sozinha. “Ela estava sozinha e convidei ela. Estávamos eu, ela e meus filhos, de 16, 12, 11 e 3 anos”, conta.
Para a polícia, Daiana afirma que Alexandra além de ingerir bebida alcoólica, fez uso de cocaína e ainda “estava possuída por uma entidade”.
Daiana foi autuada por homicídio culposo e deve passar por audiência de custódia nas próximas horas. Ela apresenta hematomas pelo corpo, que afirma terem sido provocados pela luta corporal que travou com a vítima.
Conforme a delegada Sandra Nepomuceno, o caso está sob investigação. O adolescente de 16 anos que estava na casa deve ser ouvido como testemunha.
Continua depois da publicidade
 
Os filhos de Daiana ficaram com uma vizinha até que o pai, que mora em São Paulo, chegue a Curitiba. O Conselho Tutelar foi acionado e acompanha o caso.
Daiana, segundo a delegada, já tem passagens pelo setor policial pelo crime de tentativa de homicídio que foi praticado contra o ex-marido. Daiana afirmou para a delegada, que na época, o crime foi motivado pelo fato de que “apanhava muito do então marido”.


OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário