sexta-feira, 26 de abril de 2019

Confira os novos valores das praças de pedágio da Rodonorte. Baixou


By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: GMAIS NOTICIAS Imagem: Divulgação

A Concessionária Rodonorte, que administra 487 quilômetros de rodovias no Paraná, irá baixar os valores das tarifas de pedágio a partir da 0h deste sábado (27 de abril). As tarifas terão uma redução de 30%, índice previsto no acordo de leniência firmado entre o Ministério Público Federal (MPF) e a CCR Rodonorte. As tarifas devem valer por pelo menos um ano.
Continua depois da publicidade
Veja as novas tarifas:
Carros:
- Ortigueira - BR-376 - R$ 8,10
- Imbaú - BR-376 - R$ 8,10
- Tibagi - BR-376 - R$ 8,10
- Jaguariaíva - PR-151 - R$ 5,50
- Carambeí - PR-151 - R$ 7,20
- Witmarsum - BR-376 - R$ 8,70
- São Luiz do Purunã - BR-277 - R$ 6,10
Caminhão:
- São Luiz do Purunã - BR-277 - R$ 11,60
- Witmarsum - BR-376 - R$ 13,80
- Carambeí - PR-151 - R$ 12,40
- Jaguariaíva - PR-151 - R$ 9,20
- Tibagi - BR-376 - R$ 13,20
- Imbaú - BR-376 - R$ 13,20
- Ortigueira - BR-376- R$ 13,20
Ônibus com dois eixos:
- São Luiz do Purunã - BR-277 - R$ 12,20
- Witmarsum - BR-376 - R$ 17,40
- Carambeí - PR-151 - R$ 14,40
- Jaguariaíva - PR-151 - R$ 11
- Tibagi - BR-376 - R$ 16,20
- Imbaú - BR-376 - R$ 16,20
- Ortigueira - BR-376- R$ 16,20
Continua depois da publicidade

Moto:
- São Luiz do Purunã - BR-277 - R$3,10
- Witmarsum - BR-376 - R$ 4,30
- Carambeí - PR-151 - R$ 3,60
- Jaguariaíva - PR-151 - R$ 2,80
- Tibagi - BR-376 - R$ 4,10
- Imbaú - BR-376 - R$ 4,10
- Ortigueira - BR-376- R$ 4,10
Acordo de leniência
Neste mês, a Quinta Câmara Superior do MPF homologou o acordo de leniência da CCR Rodonorte, de R$ 750 milhões, fechado pela força-tarefa da Operação Lava Jato.
O acordo prevê, segundo o MPF, que a Rodonorte pague o valor até o fim da concessão, que termina em 2021, e que parte da multa seja usada para reduzir em 30% o valor do pedágio.
O início da redução do valor do pedágio estipulado pelo acordo começa a valer a partir da meia-noite de sábado (27).
O MPF informou que, no acordo, a concessionária reconheceu pagamento de propinas para alterações em contratos, de forma a beneficiar a própria Rodonorte, desde o ano 2000.
Pedido de desculpas
Por meio de nota, a Rodonorte admitiu que participou de atos de corrupção e reconheceu que erro ao não adotar políticas adequadas de transparência e gestão.
Continua depois da publicidade 
A empresa pediu desculpas a todos os paranaenses, e disse que fará ajustes nos trabalhos de governança e transparência da empresa para impedir que falhas do passado não se repitam.
A concessionária disse também que continua contribuindo com as autoridades para o esclarecimento dos fatos envolvendo o Grupo CCR Rodonorte e suas controladas. "O Grupo mantém o compromisso de comunicar seus acionistas e o mercado de eventuais novos desdobramentos que tiverem relação com esse Acordo de Leniência".


OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário