quarta-feira, 28 de março de 2012

MANO MENEZES É PEGO NA LEI SECA

O técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, emitiu uma nota oficial nesta quarta-feira em que tenta se explicar após ser flagrado ontem em uma blitz, no Rio de Janeiro. Ele diz que sua habilitação ficou em outro carro, mas não comentou sobre a recusa em fazer o teste do bafômetro. De acordo com a Polícia Militar do Rio de Janeiro, o treinador estava sem a carteira de habilitação e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Resultado: multa de R$ 957,70 e perda de 7 pontos na carteira. "O documento original estava em outro automóvel. Após apresentar a cópia do documento e um condutor habilitado, meu carro foi liberado. Acima de tudo, quero ressaltar que apoio a conduta dos policiais e agentes que me abordaram na noite de ontem", falou o treinador. A ação da polícia aconteceu por volta da meia-noite, durante blitz na Avenida Ministro Raul Machado, em frente à sede do Flamengo, na Gávea. Marinês, mulher de Mano, precisou levar uma cópia da habilitação do treinador para os policiais. O carro do técnico só foi liberado após um condutor habilitado ser apresentado. A assessoria de imprensa da CBF disse que "o caso é pessoal e que não envolve a a entidade diretamente", disse, por telefone, o jornalista Rodrigo Paiva, diretor de comunicação da entidade.. "Depois que falar com ele podemos até divulgar um comentário sobre o assunto mas ainda não consegui falar com ele", concluiu. Na última semana, Mano revelou que já encontrou com José Maria Marin, novo presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que recebeu apoio do sucessor de Ricardo Teixeira, mas que precisa de bons resultados para manter seu emprego.
 
By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Uol Esporte Imagem: Uol Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário