domingo, 28 de novembro de 2010

Rio de Janeiro. Será que ta tudo resolvido




Balanço da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro divulgado pouco depois das 20h aponta que apenas neste domingo (28) foram presas 20 pessoas e apreendidas 40 toneladas de maconha no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte. O número diz respeito a ações feitas por todas as forças de segurança envolvidas na operação - polícias Civil, Militar, Federal e o Exército. A secretaria diz, ainda, que foram localizados 50 fuzis e grande quantidade de cocaína, que até esta noite não tinha sido pesada.
Só a Polícia Civil calcula ter localizado 13 toneladas do total apreendido no Alemão até esta noite. Pelos números da Polícia Civil, há ainda a localização de 200 kg de cocaína, 10 kg de crack, cerca de 500 frascos de lança-perfume, 10 mil munições de vários calibres e 50 coletes.
Para o 16º BPM, em Olaria, responsável pelo patrulhamento da área, foram levados os objetos tirados da favela por policiais militares. Entre o armamento levado para o Batalhão em Olaria há pelo menos 20 fuzis, seis submetralhadoras, quatro espingardas, quatro metralhadoras calibre ponto 30, quatro carabinas calibre 12, 9 pistolas, um revólver, oito granadas de mão e 13 granadas de bocal, que podem ser acopladas ao fuzil para o lançamento.
Participaram da operação na favela 2.700 homens. Em entrevista nesta noite, o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, afirmou que "o Alemão era o coração do mal".

Assassino do jornalista Tim Lopes é preso pela polícia no Alemão

O traficante  Elizeu Felício de Souza, conhecido como Zeu , um dos homens condenados por participar da morte do jornalista Tim Lopes, da TV Globo, foi preso na tarde deste domingo (28) na localidade conhecida como Coqueiral, no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio. Zeu, era foragido da Justiça e não estava armado. No mesmo momento da prisão de Zeu, um pai entregou o filho, que seria traficante, à polícia.
O traficante Zeu participou também da ação que derrubou o helicóptero da Polícia Militar e na invasão Morro dos Macacos, em Vila Isabel (zona norte do Rio), em outubro do ano passado, segundo inquérito da Polícia Civil. O Disque-Denúncia do Rio estava oferecendo uma recompensa de R$ 10 mil por informações que ajudassem a localizar e prender o traficante Zeu. Bandido foi preso em 2002. O bandido foi beneficiado com a progressão para o regime semiaberto em 2007 e não retornou mais à prisão. Em agosto deste ano, o programa " Fantástico", da TV Globo, mostrou imagens de Zeu vendendo drogas e circulando de moto pelas ruas do morro do Alemão.

Após ocupação, garota manda carta de agradecimento a policial da Core

Após um dia inteiro de operações no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, o inspetor Ricardo Melani, da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core), tinha em mãos na tarde deste domingo (28) o que dizia ser sua melhor recompensa: uma cartinha entregue por uma garotinha de 7 anos. Escrita a lápis, em poucas e tortas linhas, a menina agradece o trabalho da polícia na comunidade que foi invadida pela manhã. "É maravilhoso. Uma recompensa por todo o perigo que a gente corre", conta o inspetor. Melani diz ter ficado "emocionado" ao receber a cartinha, que estava dobrada em forma de "foguetinho", porque a menina tem 7 anos, a mesma idade do filho do policial. "Bom saber que a população está do nosso lado." Na mensagem, a criança diz: "Estou feliz porque entraram sem dar um tiro. Estão de parabéns. Obrigada pela nossa segurança. Eu tenho 7 anos. Obrigada, policial". De acordo com o inspetor, a carta foi entregue em uma das entradas do Complexo de Favelas do Alemão, quando a a equipe dele recolhia motos apreendidas. "Já estávamos no final da operação e ela veio com a carta." Ele promete guardar a mensagem e mostrar ao filho. "Ele me tem como herói." 
Texto e fotos: Globo
Programa: Cidade Noticias (12:00 as 13:00 hrs) Radio Cidade – www.cidade104fm.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário