quarta-feira, 29 de junho de 2016

Mulher é presa ao tentar apagar tocha olímpica no Paraná



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: PARANÁ PORTAL Imagem: Anderson Lopez

Uma mulher foi presa ao tentar apagar a tocha olímpica, em Maringá, no noroeste do estado, nesta quarta-feira (29). Ela foi detida pela Guarda Municipal (GM), que informou que ela se aproximou do condutor da tocha e tentou apagar a chama com um cartaz onde estava escrito “Fora, Temer”.
O caso ocorreu quando a tocha passava pela Vila Olímpica, na Avenida Colombo, Zona 7.
Após ser impedida de apagar as chamas pela Guarda Municipal e pelos seguranças, ela foi encaminhada para a delegacia da Polícia Civil. Ainda segundo a GM, ela participava de um protesto contra o governo de Michel Temer.
Ela foi autuada por tentativa de dano contra o patrimônio público e desacato a autoridade. Pagou fiança no valor referente à um salário mínimo e foi liberada.
Em entrevista a Oseias Miranda publicada no Facebook, a professora Celma Eliane afirmou que o cartaz bateu na tocha devido ao “empurra-empurra”. “Eu estava com o cartaz escrito ‘Fora, Temer’ e naquela aglomeração toda aquele empurra-empurra meu cartaz bateu na tocha. Um policial arrancou o policial de mim, rasgou e jogou longe. Eu dizia que queria meu cartaz de volta”, contou.
Protesto
Durante a passagem do fogo olímpico por Maringá, também houve protesto contra a apresentação de animais durante o percurso da tocha. Os manifestantes lembraram a morte da onça-pintada Juma.



OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário