domingo, 23 de fevereiro de 2014

Com reação no final, Prude vence o J.Malucelli em casa



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Rodrigo Zub (Rádio Najuá) Imagem: Élio Kohut (Intervalo da Noticias/Rádio Najuá)

No jogo do pior contra o melhor ataque do Campeonato Paranaense, o Prudentópolis superou o retrospecto ruim do setor ofensivo e venceu de virada o J. Malucelli. A vitória foi alcançada de forma dramática. Com dois gols nos minutos finais da partida, o Tigre superou o Jotinha por 2 a 1.
O jogo exigiu tanto dentro como fora de campo. Impaciente a beira do gramado, o treinador Ivair Cenci jogou junto com o time, gritou, cobrou concentração dos jogadores, reclamou da arbitragem e no final em uma cena rara do futebol teve que pedir substituição e saiu machucado. Com uma bolsa de gelo no pé, o treinador ainda comemorou o gol de Wellington, aos 46 minutos do segundo tempo sentado ao lado das placas de publicidade.
Ivair se machuca depois de um chute no muro do estádio
O triunfo manteve o Prudentópolis no G-8 com 11 pontos- um a menos que o J.Malucelli, que está na 4ª posição. Os prudentopolitanos conseguiram o terceiro resultado positivo na competição e se reabilitaram após a derrota para o Paraná Clube e o empate diante do Operário. Já o Jotinha que estava invicto até o meio de semana lamenta as duas derrotas seguidas, sendo a primeira para o Coritiba.
No fim de semana que os brasileiros irão às ruas para curtir a maior festa popular, Prudentópolis e J.Malucelli terão jogos decisivos no Paranaense. O Tigre encara o Arapongas, no estádio dos Pássaros. Já o Jotinha recebe o Atlético, no Eco Estádio Janguito Malucelli.
Prudentópolis tenta, mas quem marca é o Jotinha
Ataque contra defesa. Até parecia repetição do jogo entre Prudentópolis e Operário. Com mais posse de bola, o Tigre pressionou em busca do gol, mas novamente pecou nas finalizações e parou no goleiro adversário. No primeiro minuto de bola rolando, Cabixi teve a chance de abrir o placar, mas chutou nas mãos do goleiro Edvaldo. Pouco depois, o atacante prudentopolitano apareceu de novo e carimbou o travessão do Jotinha.
Recuado e apostando no erro do adversário, o J. Malucelli aproveitou uma desatenção do goleiro Marcos Paulo para balançar as redes. O lateral Dedoné arriscou de longe e encobriu o arqueiro do Tigre, aos dez minutos.
Pressão dá resultado e Prude vira com gols no fim da partida
O segundo tempo começou da mesma forma do primeiro. Logo aos 2 minutos, o Prudentópolis desperdiçou a oportunidade do empate. Tiago Henrique recebeu livre na área, mas chutou sobre o gol. A partir daí, o Jotinha reforçou a marcação no meio campo e dificultou as ações dos donos da casa, que já não tinham o mesmo poderio ofensivo do primeiro tempo.
Aos 19 minutos quase o J. Malucelli definiu a partida. Felipe tentou o cruzamento, mas a bola desviou na zaga do Prudentópolis e quase foi parar nas redes de Marcos Paulo. Os visitantes ainda tiveram mais duas chances com Bruno Batata e Willian, que não tiveram êxito nas conclusões. Do outro lado, o Prudentópolis respondeu com Tiago Henrique. O meio-campista recebeu livre e perdeu mais um gol incrível. 
 Parecia que o dia não era do Prudentópolis. Porém, nos 15 minutos decisivos da partida apareceu o zagueiro Márcio.  Por incrível que pareça foi das mãos dele que saiu o empate. Ele arremessou uma cobrança de lateral na área e encontrou Cabixi, que chutou sem chances para Edvaldo, aos 32 minutos. No minuto seguinte, Tiago Henrique foi expulso após cometer falta dura em um atleta do J. Malucelli. O lance gerou uma confusão generalizada entre jogadores dos dois times. Vinicius do Prudentópolis valorizou um empurrão de Leandro, que também foi expulso pelo árbitro.
Com dez jogadores de cada lado, o jogo ficou aberto e as duas equipes passaram a apostar na vitória. Aos 44 minutos, o Prudentópolis repetiu a jogada que o levou ao empate e conseguiu a virada. Márcio cobrou lateral na área e Wellington apareceu para fazer o segundo gol dos donos da casa. Os arremessos laterais de Márcio têm sido mortais. Esse foi o terceiro gol marcado pelo Tigre na competição, que nasceu das mãos de Márcio.
Ficha Técnica:
PRUDENTÓPOLIS 2 X 1 J.MALUCELLI

Local: Estádio Newton Agibert em Prudentópolis
Data: 23/02/2014 - Domingo
Horário: 16h
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva
Assistentes: Rafael Trombeta e João Fabio Brischiliari
Público pagante 743
Público Total 808
Renda R$ 12.370
PRUDENTÓPOLIS: Marcos Paulo; Luizinho, Márcio, Bruno Guerreiro e Biro Biro(Neverton); Danilo, Cassimiro(Wellington), Sorbara e Irineu (Thiago Henrique); Vinicius e Cabixi. Técnico: Ivair Cenci e Joel Preisner
J.MALUCELLI: Edvaldo; Dedoné, Robenval, Alex Fraga e Tomas; Leandro, Willian (Thiago Santos), Camargo e Baiano (Paulo Henrique); Bruno Batata e Andrezinho(Eduardo). Técnico: Sandro Forner 






OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário