quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Prefeito e vice-prefeito de Palmas é cassado



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Silvia Cordeiro (RPC TV) Imagem: Divulgação

O presidente da Câmara Municipal de Palmas, na região sul do Paraná, Wilmo Correia da Silva (PMDB) assumiu a prefeitura da cidade na tarde de quarta-feira (28). A determinação partiu do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que cassou os mandatos do prefeito João de Oliveira (PMDB) e do vice-prefeito Nestor Mikilita (PTB) por compra de votos nas eleições de 2012. O presidente do legislativo municipal  fica no cargo até diplomação do segundo colocado nas eleições.
“Assumi para não deixar a casa sem patrão. Os funcionários públicos precisam de alguém para tomar uma posição. Não tinha outra maneira a não ser assumir o cargo, mas é por pouco tempo”, afirma Silva.
Segundo Silva, o segundo colocado nas eleições, Hilário Andraschko (PDT), deve ser nomeado como o novo prefeito durante sessão extraordinária, ainda sem data prevista. “É preciso aguardar a sessão ordinária a ser realizada na próxima segunda-feira (2) na Câmara Municipal para, então, marcar uma extraordinária e dar posse ao prefeito”, esclarece. Enquanto ele estiver na prefeitura, o vice-presidente da Câmara, Marcos Gomes (PC do B), fica a frente da Casa.
Oliveira e de Mikilita informaram que ambos querem responder pelo processo de compra de votos, mas sem perder o cargo. Os dois já entraram com um recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, e aguardam resposta, que pode sair a qualquer momento. Caso a decisão seja a favor de Oliveira e Mikilita, a nomeação do segundo colocado nas eleições pode ser invalidada.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário