quinta-feira, 6 de abril de 2017

Resultado publicado no STJD coloca Rio Branco em 8º lugar e não fala de partida contra o Londrina



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: BANDA B Imagem: Wellington Campos (Banda B)


O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu por unanimidade punir o J Malucelli com a perda de 16 pontos pela escalação irregular do atacante Getterson e colocar o Rio Branco nas quartas de final do Campeonato Paranaense. Entretando, o resultado publicado gerou divergência porque não foi explicado se o time de Paranaguá enfrenta o Londrina ou teria que modificar todo o chaveamento.
“Por maioria de votos, admitida a intervenção do Toledo E.C. e Rio Branco como terceiros interessados, divergindo Dr. Ronaldo Botelho Piacente que não os admitia; por unanimidade de votos, se conheceu do recurso, para no mérito, dar-lhe provimento, para aplicar ao J. Malucelli a perda de 16 pontos, por infração ao art. 214 , devendo o Rio Branco S.C. ingressar no chaveamento , ocupando o 8º lugar”, publicou o STJD.
Durante seu voto para punir o J Malucelli, o relator do caso, Paulo Salomão, pediu a não homologação da partida de ida entre o Jotinha e Londrina e ainda mudando o confronto para Rio Branco x Londrina.. A votação foi unanimidade pela punição com os auditores seguindo o voto do relator.
A Federação Paranaense de Futebol (FPF) espera o acórdão (voto) do relator por completo para definir a sequência do estadual e adiou a partida entre Coritiba x FC Cascavel que aconteceria neste sábado (08).
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Procuradoria denuncia JMalucelli por irregularidade do atacante Getterson. 
J Malucelli é condenado no ‘caso Getterson’, perde 16 pontos e é multado em R$ 30 mil. 

J Malucelli consegue liminar e recupera pontos; recurso será julgado na quinta
 
 
 
 
 
 
 
 
OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário