terça-feira, 11 de abril de 2017

Planta que teria tanta proteína quanto a carne é estudada e cultivada em SC



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: G1 Imagem: Rbs Tv

Em Porto Belo, no Litoral Norte catarinense, uma planta tem chamado a atenção de pesquisadores e nutricionistas. A Moringa oleífera é estudada pela capacidade de melhorar a imunidade e por seus nutrientes, como mostrou a RBS TV.
Segundo a reportagem, estudos científicos indicam que ela pode ter 35% de proteína depois de desidratada, quase o mesmo que a carne. Ela é rica em vitamina A, cálcio, potássio, ferro e vários outros nutrientes.
Nas refeições, podem ser usadas tanto as folhas quanto os talos, que servem inclusive para fazer farinha, que pode ser utilizada em bolos, pães e biscoitos. É
A enfermeira Noeli Pinheiro cultiva a planta há 10 anos. Ela recebeu as primeiras sementes  recebeu do Espírito Santo, mas a espécie tem origem asiática. "Ela é uma superplanta, um super-alimento", conta Noeli.
A Epagri também estuda a planta. "A Moringa é de fácil cultivo, fácil colheita, depende de pouco manejo", reforça o pesquisador da Epagri Rafael Morales.
Pesquisas
Um grupo de pesquisadores da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Pato Branco, descobriu a capacidade da Moringa em inibir a ação de radicais livres, o que ajuda a prevenir o câncer.
"Os nosso resultados comprovam que as folhas de Moringa Oleifera, além de apresentarem um elevado potencial nutricional, também apresentam um elevado potencial biológico, principalmente de capacidade antioxidante", disse a doutora em Ciências Tatiane Oldoni.
Em outros estudos, são analisadas a capacidade de purificar a água. Em um vídeo (veja acima), as sementes são colocadas em água barrenta que se torna transparente em menos de duas horas.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário