quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Cachorro permaneceu ao lado do corpo abandonado na rodoviária de Londrina


By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RIC MAIS Imagem: RIC TV

O cachorro do morador de rua que morreu na Rodoviária de Londrina, no norte do Paraná, após sofrer uma parada cardíaca na segunda-feira (26), permaneceu ao lado do corpo até a chegada das autoridades no final da noite.
O corpo de Amauri Cardoso, de 53 anos, ficou abandonado no local mesmo após a morte ter sido atestada pelo Samu. No local, apenas fitas isolando a área sem nenhuma guarda.
O homem sofria de cirrose, chegou a pedir uma pinga a um colega que vivia com ele na rua e acabou morrendo após ter um parada cardiorespiratória.
De acordo com testemunhas, o morador de rua vivia há um mês na rodoviária de Londrina, sempre morou em Londrina e tinha família.  
Continua depois da publicidade 
De acordo com informações de quem estava na rodoviária, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamado para atender a ocorrência, atestou a morte do morador de rua, isolou o local e abandonou o corpo no local.
Normalmente, quando ocorre a morte, o Samu preserva o local até a chegada das autoridades. No entanto, neste caso, o corpo ficou desamparado até ser recolhido ao Instituto Médico Legal (IML).
Durante o período em que a reportagem da RICTV Londrina esteve no local o cachorro ficou ao lado do corpo e só saiu para receber carinho da repórter Dayane Enz. 


OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário