sábado, 25 de agosto de 2018

Mais de 50 pessoas são presas no Paraná em operação para combater violência contra mulher


By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: G1/PR Imagem: RPC

Cinquenta e uma pessoas foram presas no Paraná na Operação Cronos, deflagrada nesta sexta-feira (24) para combater combater crimes de violência contra a mulher. Ao todo, 100 mandados foram cumpridos no estado.
A ação também cumpriu ordens judiciais em outros estados brasileiros. Entre os presos no Paraná, quatro são suspeitos de feminicídio, e o restante suspeitos de crimes que envolvem a Lei Maria da Penha.
A finalidade da operação, segundo o delegado Hamilton da Paz, foi efetivamente retirar os criminosos de circulação para evitar novos delitos. 
Continua depois da publicidade
Conforme a coordenadora das delegacias da mulher no estado, Márcia Marcondes, o maior índice de agressão contra a mulher envolve o uso de armas brancas como, por exemplo, facas, machados, serrotes, entre outros.
"Também ocorrem agressões com arma de fogo, e também temos situações em que as mulheres são atingidas por algum tipo de material corrosivo como ácido, fogo, entre outros", explicou a delegada.
Durante a ação foram apreendidas armas, cápsulas de munição e dinheiro.
Os mandados foram cumpridos em Curitiba, Região Metropolitana, Maringá, Londrina, São Mateus do Sul, Umuarama, Paranavaí, Jacarezinho, Campo Mourão, Telêmaco Borba, Paranaguá, Ponta Grossa, Arapongas, Toledo e Francisco Beltrão.
Entre os presos está um homem de 70 anos. 
Continua depois da publicidade 
Ele foi detido em Londrina e é suspeito de ter colocado fogo na mulher, no ano passado. Até a publicação desta reportagem, não havia sido informado o que aconteceu com ela depois do ocorrido.
A Operação Cronos foi coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis (CONCPC) e foi definida após reunião com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, em julho deste ano


OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário