terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Professores podem ser obrigados a aprender Libras até fim de 2011


A capacitação de professores de qualquer nível de escolaridade na Libras, a Língua Brasileira de Sinais, pode se tornar obrigatória até o final de 2011. A medida está prevista em projeto (PL 7935/10) que pode ser votado direto em Plenário, porque foi apensado ao Estatuto do Portador de Deficiência, texto pronto para a pauta. A autora da proposta, deputada Fátima Pelaes, do PMDB do Amapá, destaca que o objetivo é fazer com que os profissionais da educação possam prestar atendimento direto às pessoas surdas ou com deficiência auditiva. "Isso é um apelo popular de que as pessoas precisam se sentir incluídas. E, para isso, é preciso a parte de educação. E nada melhor que os professores, todos eles possam ser capacitados para que essa criança, esse jovem possa se sentir incluído. Então, é necessário que nós possamos fazer uma força-tarefa, e fazer com que até 2011 nós possamos ter essa capacitação." A presidente da Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos do Distrito Federal, Rosana Cipriano, alerta que a iniciativa é bem-intencionada, mas dificilmente a expectativa será cumprida. "Pensando que 2011 começa em alguns dias e seguramente isso não se dará em janeiro ou fevereiro, o tempo pode não ser viável. Aprender qualquer língua leva tempo. Então, seguramente, pensar que em um único ano será suficiente para que o professor esteja habilitado a uma comunicação extremamente eficaz com um aluno surdo, isso de fato não é viável. É claro que é uma iniciativa que pode desencadear um processo de aprendizagem. Mas eu entendo que esse tempo de 2011 não pode ser um tempo finalizado, ou seja: iniciar e terminar com o objetivo de ter esse profissional fluente em Libras, porque dificilmente a gente atinge isso em tão pouco tempo".
Texto: Radio Câmara
Programa: Cidade Noticias (12:00 as 13:00 hrs) Radio Cidade – www.cidade104fm.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário