quinta-feira, 30 de julho de 2015

Menino de 2 anos de Guamiranga encontra doador de medula



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Edilson Kernicki (Rádio Najuá) Imagem: Divulgação

O pequeno Hugo Henrique Paduki, de dois anos e oito meses, foi diagnosticado a cerca de três meses com aplasia medular. Depois de realizar uma campanha, a família anunciou na manhã desta terça (28), que encontrou um doador de medula 100% compatível.
Neste momento, a família vive a expectativa de que o doador seja contatado pelo Redome (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea) e que esse voluntário consinta com a doação. Numa publicação no grupo do Facebook criado para mobilizar a campanha em busca de doadores de medula, com a hashtag #EuQueroAjudarAoHugoEAosDemais, a prima do menino, Ana Carolina Paduki, pede orações para ele e para outras crianças que dependem do transplante. A família usa o grupo, também, para estimular outras pessoas a se tornarem doadoras de sangue e de medula.
A aplasia é um termo utilizado na medicina para descrever quando há falha no desenvolvimento de algum órgão ou tecido e a aplasia medular é uma das manifestações mais graves. O paciente, nesses casos, não produz células sanguíneas suficientes e, por isso, depende de tratamento com transfusões para controlar a anemia grave e o baixo número de plaquetas.
Como se tornar um doador de medula óssea?
O cadastro no banco de dados de doador de medula óssea pode ser feito em qualquer Unidade de Coleta e Transfusão do Hemepar, Hemonúcleo ou Hemocentro. Para o portador de uma doença do sangue, como a leucemia e a aplasia, as chances de encontrar um doador compatível são de uma em cem mil.
Para doar, basta:
- ter entre 18 e 55 anos;
- estar em boas condições de saúde;
- doar 5ml de sangue para a realização da tipagem genética;
- assinar um termo de consentimento para que sua tipagem seja cadastrada no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME).
Quando a compatibilidade for confirmada, você será convidado a fazer a doação da medula.
Menos de 10% da medula óssea é retirada do interior dos ossos da bacia, através de punções, sob anestesia. Em apenas 15 dias, a medula do doador estará recomposta. Para o paciente receptor, em poucas semanas o volume da medula óssea doada se multiplica e se reconstitui.
Algumas unidades na região
UCT Irati – Coronel Grácia, 761 – (42) 3422-3119Hemonúcleo Ponta Grossa – General Osório, esquina com Coronel Dulcídio (atrás do Pronto Socorro Municipal) – (42) 3223-1616Hemocentro Regional Guarapuava – Afonso Botelho, 134 – (42) 3622-2819UCT União da Vitória – Castro Alves, 26 – (42) 3522-1365. Matéria compelta.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário