quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Traficante é morto em confronto com a policia em Campo Magro



By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Luiz Henrique de Oliveira (Rádio Banda B) Imagem: Juliano Cunha (Rádio Banda B)

Campo Magro, um dos mais novos municípios do Paraná, parte da região metropolitana de Curitiba. Segundo o último Censo, em 2010 eram 24,8 mil habitantes. Entre a população de bem, estava o suspeito de tráfico Edmilson Gotardo Nogueira, que há muito tempo vinha sendo investigado pela Polícia Civil (PC).
Por ser um elemento muito perigoso, os policiais civis do Centro de Operações Policiais, o Cope, a tropa de elite da PC, foram designados para prendê-lo. No final da manhã de ontem, o delegado Leonardo Carneiro e mais sete policiais faziam uma campana. A informação é que na casa do suspeito chegaria um grande carregamento de droga.
Dentro desta casa, provavelmente por meio de câmeras de segurança, o traficante observou a movimentação policial e surpreendeu o delegado Leonardo Carneiro e o investigador Roberto Batista Soares. Os dois foram rendidos e baleados. O suspeito, que primeiramente estava armado com um revólver calibre 38, fugiu com as duas pistolas, até o momento oficialmente apenas uma foi recuperada. Abaixo, confira uma imagem de um colete de um policial que se envolveu no confronto com o marginal.
Foram duas horas de busca pelo suspeito, que se escondeu em um morro da região:
A busca aconteceu até que ele foi encontrado. Antes disso, o traficante trocou tiros e baleou outros dois policiais, que tiveram ferimentos leves. Entre eles estava o superintende Carlinhos, do Cope, que, primeiramente, tinha ido ao Evangélico acompanhar o delegado e o investigador baleados. Ele voltou à Campo Magro para capturar o suspeito e iria até o fim nisto:
Após ser carregado do morro, o suspeito foi levado até a ambulância do Siate do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu. Moradores da região afirmavam para quem quisesse ouvir: “Já vai tarde”.
Fotos do suspeito morto foram tiradas por policiais e curiosos, que naquele momento não sentiam pena de ver um semelhante daquela forma. O suspeito tinha uma vasta ficha criminal e, nas horas vagas, trabalhava como mecânico.
A boa notícia é que, diferente do traficante que morreu, os dois policiais, com ferimentos mais graves, se recuperam bem.
Confira aqui o vídeos e mais fotos.

OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário