sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

EMILIO GOMES TA PRONTO SÓ FALTA LIBERAÇÃO DA FEDERAÇÃO

O Iraty poderá estrear em casa diante do Corinthians/PR, na próxima quarta-feira, 1º. Ao menos é o que garante a diretoria do clube, que aguarda ansiosa pela liberação do Estádio Emílio Gomes, vetado em função de apresentar problemas em sua estrutura. As obras em torno do estádio deverão ser concluídas hoje, conforme relata a secretária do clube, Isis Azevedo. “As obras dos para-raios já foram concluídas. Além deles, existe o aterramento que também foi feito e pegou toda a parte do estádio. A única coisa que falta é a cobertura. Já foi instalada a estrutura metálica faltando somente à colocação das telhas. Por isso, provavelmente no dia 1º vamos mandar o jogo aqui”, diz Azevedo. Apesar do otimismo da funcionária, o Iraty terá que lutar contra o tempo se quiser jogar diante de seus torcedores na próxima quarta-feira, 1º. Provavelmente a Federação deverá homologar os jogos da 4º rodada do Campeonato Paranaense, nesta sexta-feira, 27. Desta forma, a diretoria terá poucas horas para enviar a comissão de vistoria da entidade todos os laudos com a liberação da Engenharia, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Segundo Azevedo, assim que as obras no telhado forem concluídas, uma equipe estará fotografando o estádio. As imagens serão anexadas juntamente com os laudos complementares que serão enviados ao presidente da comissão de vistoria da Federação, Reginaldo Cordeiro. “O engenheiro já assinou os laudos e nós mandamos na última segunda-feira que era nosso prazo máximo. Agora teremos que enviar esse laudo complementar que garante que o estádio está apto a receber jogos do Paranaense”, explica a secretária.  Ao todo, foram instalados quatro para-raios nas imediações do Emílio Gomes. Os dispositivos de segurança foram adquiridos por R$ 20 mil. Valor que foi custeado pelo ex-presidente do Iraty, Sérgio Gomes, que doou R$ 30 mil para ser utilizado na conclusão das obras no estádio. O dinheiro garantiu inclusive a participação do Azulão no campeonato paranaense, pois a diretoria ameaçava protocolar uma carta de desistência da competição. O principal motivo para esta decisão, segundo os dirigentes, seria as despesas elevadas que o clube teria que arcar ao realizar seus dois primeiros jogos como mandante fora da cidade de Irati.




By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: Rodrigo Zub (Radio Najua) – Imagem: Rodrigo Zub (Radio Najua)

Nenhum comentário:

Postar um comentário