quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Motorista que se envolveu em acidente na BR-277 e transportava drogas é preso pela segunda vez em 15 dias


By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: GMAIS NOTICIAS Imagem: PRF

Cinquenta e um quilos de maconha. Esta foi a quantia da droga que estava sendo transportada por um traficante no momento em que se envolveu em um acidente na BR-277, em Guarapuava. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na primeira prisão realizada a quinze dias atrás ele carregava 467 quilos da droga.
O acidente aconteceu na tarde dessa quarta feira (27 de fevereiro) e envolveu dois caminhões e um carro de passeio em Guarapuava, na BR-277. Conforme apurado pela equipe policial, um caminhão Iveco Tector colidiu na traseira de um veículo GM Meriva, sendo que ambos deslocavam sentido Guarapuava.
Continua depois da publicidade 
O Meriva foi projetado para a pista do sentido contrario onde sofreu uma colisão frontal com um caminhão VW 23.220. Os condutores dos caminhões ficaram ilesos e foram submetidos ao bafômetro, que indicou que ambos não haviam consumido bebida alcoólica. Durante o atendimento, policiais descobriram 50 tabletes de maconha no porta-malas. Após o atendimento médico, ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas.
O Meriva, com placas de Colombo, parou na área verde e o condutor, um homem de 19 anos, com lesões encontrava-se preso às ferragens, sendo atendido pelas equipes do Corpo de Bombeiros, SAMU e Equipe Médica da Concessionária.
Os policiais constataram que o mesmo rapaz já havia sido preso em 12 de fevereiro, transportando 467 quilos de maconha em uma caminhonete roubada que foi abordada na BR-467, em Sede Alvorada, distrito de Cascavel (PR).
O motorista foi preso em flagrante e encaminhado à Polícia Civil após a conclusão dos atendimentos médicos, para o registro do crime de tráfico de drogas.


OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário