terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Deputado novato descobre que reforma de Ratinho iria aumentar gastos em R$ 10 mi: “Esse é o meu papel”


By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: BANDA B Imagem: Alep

O deputado de primeiro mandato, Soldado Fruet (Pros) contratou, com verba de gabinete, uma empresa para comparar a reforma administrativa proposta pelo governador Ratinho Júnior (PSD) com os gastos atuais. Recebeu o resultado e teve uma surpresa. Pelo levantamento, realizado apenas cruzando informações de cargos em comissão e funções gratificadas, a reforma administrativa da forma como foi proposta aumentaria em mais de R$ 10 milhões por ano os gastos com salários de servidores.
Como este aumento de gastos é exatamente o oposto do que foi alardeado por Ratinho, durante a campanha eleitoral, de que iria economizar dinheiro público, o governo informou que houve um erro e pediu a retirada do projeto da tramitação na Assembleia, com a promessa de que enviará um substitutivo geral nos próximos dias.
Continua depois da publicidade
“Muita gente ficou falando que sou da oposição e por isso fiz o estudo, mas não é nada disso. Essa é minha função como deputado: defender os interesses do povo. tenho verba de gabinete para buscar informações sobre todos os projetos e foi o que fiz. Contratei uma empresa especializada que mostrou esta diferença. Não sou governo e nem oposição, sou do povo, independente, e é assim que tem que ser”, disse Fruet à Banda B .
As diferenças
O estudo, entregue ao líder do governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri (PSD), apontou, entre outras coisas, que, ao mesmo tempo em que o governo anunciava uma redução de 21 para 15 secretarias, ampliava os cargos AE1 (R$ 23,6 mil), que possuem salários iguais aos de secretários de estado, de oito para nove.
O governo também pretendia criar 12 superintendências com salários de R$ 22 mil reais, cargos que não existem atualmente. A reforma estabelece ainda 17 diretorias gerais com salários de R$ 18,5 mil, muito superiores aos vencimentos atuais (R$ 12,6 mil).
Outra ponto da reforma são os cargos DD1 que não existem hoje em dia. Serão 21 diretorias com salários de R$ 15 mil. Se, por um lado, haveria a redução de 25 cargos DAS1 (R$ 10,9 mil), por outro, haveria a criação de 82 DAS2 ( R$ 9,6 mil).
Continua depois da publicidade
Erro do Governo?
Questionado na entrevista à Banda B, se acredita que houve um erro por parte do governo ou uma tentativa de que tudo passasse despercebido, Fruet, passou à pergunta à frente: “Não é para mim que você tem que perguntar isso. Pra mim, o que houve foi um erro e está provado, tanto que o governo vai encaminhar um substitutivo, mas se a intenção era outra, quem tem que responder é o governo”, disse o soldado Fruet.
O projeto da reforma, com o substitutivo, deve ser reapresentado após o Carnaval. “Quando chegar, vamos analisar de novo e, se realmente houver uma economia de dinheiro público, vamos votar de forma favorável, a favor do paraná”, completou Fruet.
Leia, na íntegra, a nota expedida pelo gabinete do deputado Fruet:
O Projeto de Lei n.º 57/2019 que prevê alterações na estrutura administrativa do Estado, foi encaminhado à ALEP e, após reunião de líderes restou acordado que o mesmo sofreria um substitutivo por parte do Governo do Estado.
Antes mesmo dessa reunião, em 13 de fevereiro, o gabinete do Deputado Soldado Fruet contratou a elaboração de um B.I. onde pudesse ser comparada a atual legislação com a legislação proposta, considerando-se tão somente os cargos e órgãos atingidos pelo Projeto de Lei (por exemplo, o DETRAN não sofreu alteração pelo projeto enviado, portanto, não foi objeto de estudo).
Foram comparados os números de cargos existentes e o número de cargos propostos; o preenchimento de todos os cargos em ambos os casos e o salário máximo de cada cargo também em ambos os casos.
A intenção do estudo é orientar o voto do Deputado Estadual Soldado Fruet, que desde o início de seu mandato manifesta-se pela independência, deixando sempre claro, votar com o povo e com a verdade e não a favor ou contra o governo.
O estudo foi mostrado em primeira mão ao líder do Governo, Deputado Hussein e na sequência a alguns deputados que estiveram no gabinete do deputado Fruet, entre eles, Deputado Goura, deputada Mabel, Deputado Boca Aberta Jr.
O Deputado Fruet disponibilizará aos demais colegas deputados que manifestarem interesse o resultado do estudo e, tão logo seja apresentado o substitutivo por parte do Governo do Estado, o Deputado solicitará que seja realizado outro comparativo o qual já coloca à disposição dos interessados.



OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário