quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Polícia apura eventual negligência de motorista em acidente que vitimou adolescente


By: INTERVALO DA NOTICIAS
Texto: RADIO NAJUA Imagem: Divulgação

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas do acidente que vitimou o adolescente Vítor Alexandre da Silva, de 13 anos. O menino foi atingido pela tampa traseira de uma caçamba enquanto caminhava pelo acostamento da BR-476, em trecho próximo à Vila Palmeirinha, em São Mateus do Sul, no início da tarde de segunda (20). A mãe do menino, que estava com ele no momento do acidente, também se feriu.

Segundo o delegado Jonas Eduardo Peixoto do Amaral, titular da 3ª SDP, responsável pelo caso, as investigações preliminares indicam que o motorista foi negligente. Um parafuso que segurava a abertura da porta se soltou.
Continua depois da publicidade
A Polícia Rodoviária Federal afirma que o caminhão seguia em direção a Santa Catarina quando a tampa da caçamba se abriu e atingiu os dois pedestres, mãe e filho. O motorista do caminhão foi abordado 500 metros adiante do local do acidente, arrumando a tampa. O caminhoneiro, de 59 anos, alegou que parou o veículo tão logo notou que a tampa estava aberta. Mas negou ter percebido o acidente. A caçamba estava vazia e o caminhão estava sendo levado para Três Barras (SC).
Ainda conforme o delegado Jonas Amaral, o caminhão possui alta quilometragem e apresenta características de pouca manutenção. “Ele era usado há bastante tempo pelo proprietário. Tem que ter um cuidado redobrado e verificar todas as condições de segurança desse veículo”, indica.
Amaral acredita que o adolescente fazia o trajeto com regularidade, pois morava na Vila Palmeirinha e o acesso à escola da região é feito pela rodovia. O delegado acrescenta que não coube prisão em flagrante porque a culpa do motorista não foi confirmada. O caminhoneiro foi submetido ao bafômetro, que deu resultado negativo para uso de álcool.
Continua depois da publicidade 
Mesmo assim, se confirmada a negligência na condução, ele pode responder por homicídio culposo. A Polícia Civil não mencionou ao Portal Vvale se trabalha com a hipótese de omissão de socorro.
Vítor foi socorrido pelos bombeiros com traumatismo craniano e parada cardíaca, tendo sido inicialmente conduzido ao Pronto Atendimento Municipal de São Mateus do Sul, onde foi estabilizado antes de ser encaminhado à UTI do Hospital São Camilo, em União da Vitória, onde ele faleceu, horas mais tarde.


OS COMENTÁRIOS NÃO SÃO DE RESPONSABILIDADES DO INTERVALO DA NOTICIAS. OS COMENTÁRIOS IRÃO PARA ANALISE E SÓ SERÃO PUBLICADOS SE TIVEREM OS NOMES COMPLETOS.
FOTOS PODERÃO SER USADAS MEDIANTE AUTORIZAÇÃO OU CITAR A FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário